Ir para conteúdo
Sr. Loucura

Jeep Renegade Longitude Flex

Recommended Posts

Galera, aqui vão minhas primeiras impressões sobre o carro!

OBS: As fotos que tirei do interior ficaram uma porcaria, então peguei umas da internet 😒 Depois atualizo com fotos que eu tirar.

 

Exterior:

O visual é bem marcante, o que faz com que as pessoas tenham uma opinião bem formada em relação ao carro, ou acham bonito ou acham feio. Nunca ouvi um "tanto faz".

Eu sempre pensei em ter um vermelho ou branco... mas quando vi o preto na concessionária não tive dúvidas que era esse que eu compraria. Engraçado que a predominância dos que vemos na rua são Brancos e Vermelhos. São poucos os pretos, não sei isso acontece por serem mais caros (o preto só tem com pintura metálica por R$1.400,00).

Achei que essa cor casou bem com a cor das rodas aro 17 (padrão da versão Longitude) e fez os cromados da grade ficarem com mais destaque (as fotos abaixo são do meu carro):

IMG_2093.JPG

IMG_2094.JPG

IMG_2095.JPG

O carro tem DRLs e luzes de neblina. As DRLs estão sempre ligadas, o interessante é que em uma garagem escura elas iluminam muito bem! Uma coisa estranha que tive que acostumar é que não existe a função de ligar "lanternas", então quando começa a anoitecer temos que ligar o farol baixo, pois só assim as lanternas traseiras acendem.

Também existe ajuste de altura dos faróis baixos, para quando o carro está carregado (pois o carro inclina e o farol pode cegar os motoristas no sentido contrário).

Quando temos os faróis baixos ligados, o carro tem uma função que acende a luz de neblina para o lado que você está virando, para ajudar a visualizar obstátulos (essa função pode ser desligada no computador de bordo).

As luzes de neblina dianteiras e traseiras só podem ser acesas se os faróis baixos estiverem ligados. Então pode esquecer andar só com luz de neblina na cidade, coisa que muita gente gosta de fazer.

Interior:

jeep-renegade.jpg

O interior é o ponto forte do carro. O acabamento e os detalhes tem uma qualidade excelente. Toda a parte superior do painel, da altura do ar condicionado até o para brisa é inteiro emborrachado, todo macio. Para terem uma ideia, li algumas matérias onde dizem que o interior do Renegade tem uma qualidade superior à de um Audi Q3 (eu particularmente nunca entrei em um, então não posso afirmar isso). Comparando com o HRV e Kicks, concorrentes diretos, da pra notar que a qualidade dos materiais utilizados no Jeep são melhores. Os concorrentes tem linhas mais modernas, como aquele console central do HRV por exemplo, mas isso é uma questão visual e vai do gosto de cada um. Mesmo ao comparar com a ASX que é mais cara, da pra ver que o Renegade tem o interior mais caprichado. A ASX por exemplo tem muito mais plástico.

As portas são parcialmente forradas em tecido (ou couro, se for o caso). O tecido do teto também é bem macio ao toque, parece que tem uma espuma mais grossa que o normal pra isolar do calor e do barulho do exterior. Os bancos do meu são em tecido. O espaço do banco de trás é bom, mesmo ajustando o banco da frente pra minha altura (1,80m) eu não encosto os joelhos no banco da frente ao sentar atrás do motorista.

painel.jpg

O painel é bem bonito e tem um computador de bordo com muita informação, tudo que é esperado de um carro dessa categoria.

Quando ligamos o carro o painel faz aquela varredura, onde os ponteiros (conta giros e velocidade) vão até o final e voltam e aparece o símbolo do Renegade no computador de bordo (na central multimídia aparece a marca Jeep). Os marcadores de temperatura do motor e nível do tanque de combustível são digitais (também fazem a varredura ao ligar o carro). São detalhes que não servem pra nada (eu acho) mas dão um ar de sofisticação. 

O volante forrado em couro tem bom tamanho e empunhadura. Do lado esquerdo tem botões pra controlar e configurar o computador de bordo (o que também pode ser feito pela central multimídia) e controles de telefone. Do lado direito tem os controles de piloto automático. Na parte de trás do voltante tem as borboletas para troca de marcha e controles do rádio para trocar estações, faixas de músicas, volume, etc.

Existem vários pontos de iluminação interna, como nas entradas USB, nos porta-trecos das portas e do console central (eu estranhei que o Kicks não tem o apoio de braço / porta-trecos central). Por padrão todos as versões do Renegade vem com freio de estacionamento elétrico.

Os botões das luzes e do ar-condicionado (digital, automático de duas zonas), que são de girar, são emborrachados.

A central multimídia é boa, responde rapidamente aos toques na tela e aos comandos do volante. Possui tudo que uma central moderna deve possuir e já vem com GPS Tomtom. O problema é que depois de acostumar com Waze, qualquer GPS parece ultrapassado, mas é bom. O interessante é que mesmo sem usar a navegação do GPS ativamente, a central monitora as vias que você está dirigindo e avisa quando tem radar se aproximando. Infelizmente a central não vem com função de espelhamento de telefone.

portamalas.jpg

O porta malas é inteiro forrado, possui iluminação e ganchos de amarração. É o menor da categoria, se viajar com mais de 2 pessoas com malas grandes vai precisar de um bagageiro de teto. Se for viagem curta onde só se levam mochilas, aí cabem 4 ou 5 pessoas sem problemas. Se tirar o tampão traseiro e baixar os bancos de trás, fica com espaço pra levar muita coisa. Como a tampa do porta-malas é alta e larga e o teto também é alto, dá pra levar objetos grandes. O banco traseiro é bipartido e tem isofix.

O estepe é uma quinta roda no mesmo modelo das rodas originais, o que eu acho desnecessário, pois atrai bandidos e ocupa espaço desnecessário no porta malas. As ferramentas (macaco e chaves) vem em uma maleta, muito bem organizado.

Impressões ao dirigir:

Se o acabamento e qualidade do interior é o ponto forte, posso considerar o motor o ponto fraco.

O problema é que quando pensamos em um carro de 90k, esperamos que o motor acompanhe a impressão inicial que temos ao ver e entrar no carro. Na hora do test drive pisamos fundo no acelerador e esperamos uma acelaração vigorosa e não é o que acontece, o que acaba nos desapontando... é daí que vem todas as críticas.

Não que o motor seja ruim, mas é um motor 1.8 comum em um carro pesado. Imagina uma pessoa que tem um carro 1.6, por exemplo alguém saindo de um Ecosport ou Duster e indo pro Renegade. Claro que ao pagar mais caro esperam ver uma melhora em tudo, mas na hora de acelerar devem ter a mesma sensação do que tem nos seus respectivos 1.6. Ou uma pessoa que vem de um 2.0 ou um motor turbo (qualquer TSI da VW por exemplo), ao acelerar o Renegade Flex fica claro que o motor anda pouco. É tudo uma questão de comparação com o que você está acostumado.

Eu mesmo ao fazer o test drive no Renegade já fui preparado, sabendo que o Renegade seria muito mais fraco que o UP TSI e mesmo assim aquela impressão inicial não é muito agradável. Mas convenhamos, sair de um carro leve, com motor turbo e câmbio manual, é completamente outro mundo.

A verdade é que ao fazer o mesmo teste nos concorrentes HRV e Kicks, apesar de serem poucos segundos mais rápidos nos testes, a diferença no dia a dia é mínima de um pro outro. Só dá pra saber qual é mais rapido olhando no papel. Quem fica fazendo 0-100 no semáforo toda hora? Aqueles 1 ou 2 segundos mais lentos são irrelevantes no dia a dia. Insisto nisso pois acho um pouco injusto falarem tão mal do motor dele quando na verdade os concorrentes são parecidos e ninguém fala nada rsrs...

Resumindo, não é ruim, mas você tem que saber onde está se metendo. Tanto é que a 3.500 ou 4.000 RPM as respostas são boas! Então na hora de exigir motor em uma ultrapassagem ele vai bem. Mesmo pra sair dos semáforos, ou passar em um cruzamento movimentado, o carro não é uma tartaruga, se pisar fundo e ele responde... mas se fizer isso constantemente, se for sua maneira de dirigir, pode preparar o bolso pra gastar com gasolina. Nesse quesito ele perde para os concorrentes!

Eu estou no primeiro tanque, o carro está com 400km rodados. Até agora, de acordo com o computador de bordo, a média de consumo é de 9.5 km/l com gasolina, dirigindo da mesma forma e no mesmo trajeto que eu fazia 11,5 km/l com álcool no UP TSI e 8 km/l com gasolina no Fusion (80% cidade - 20% estrada).

O câmbio automático eu achei bom! No começo estranhei, mas acho que era falta de costume. Com o tempo aprendemos a trocar as marchas apenas com a pressão do pé no acelerador (e também tem as borboletas se for necessário), mas não é algo que se faz em um dia ou em um test drive. Cada carro tem um comportamento diferente.

De maneira geral, as trocas acontecem entre 2.000 e 2.500 RPM, o que eu acho bom. Andando em velocidade constante (por exemplo 60 km/h na cidade) o cambio mantém o motor entre 1.600 e 1.800 RPM. À 120 km/h (quando peguei a rodovia Ayrton Senna) o motor ficou a aproximadamente 2.500 RPM.

A suspensão é coisa de outro mundo. Consegue ser firme e macia ao mesmo tempo (se é que isso é possivel rsrs). Acho que não tenho nem o que falar aqui, pois o Renegade já é famoso por ter o melhor conjunto de suspensão entre os concorrentes. Se estiverem esperando uma impressão do tipo "o carro sai de frente em curvas em alta velocidade" ou "a carroceria tem muito/pouca rolagem" melhor procurar o tópico do DESONERADO, pois eu não sou esse tipo de motorista rsrs.

Outros pontos:

Não cheguei a falar de segurança. Apesar de ter somente 2 air-bags de série, ainda assim é o carro mais seguro fabricado no Brasil. Só por esse motivo já dá pra ter noção da qualidade do projeto e construção do carro. Isso sem contar a rigidez da carroceria, que foi projetada para ser usada em condições extremas (é só ver vídeos no youtube).

Se me perguntarem se eu acho que vale a pena pegar a versão Diesel eu direi que não, a não ser que utilizem o carro para trilha ou viagens contantes para locais remotos com lama, locais de difícil acesso, etc. Digo isso somente por causa do valor, afinal são aproximadamente R$30.000,00 a mais. A maioria das pessoas usa o carro no asfalto, eventualmente pegam uma estrada de terra, e para isso o Flex é suficiente. Só não pode esperar um comportamento esportivo e não querer enfiar ele na lama.

Tenho o carro a pouco tempo (10 dias mais ou menos) e já me adaptei ao estilo de condução. Posso afirmar que o motor Flex dá conta do recado. Poderia ser melhor? Sim! Mas não é diferente do que a concorrência oferece.
 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lindo, Parabéns ! Como ta o consumo? falta disposição do motor como dizem? o porta malas você achou pequeno? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Gersinho disse:

topp.. trocou o up?? ou está com os 2?

Troquei! Aproveitei um dinheiro sobrando e o desconto para fazer a troca!

1 hora atrás, Carol Alves disse:

Lindo, Parabéns ! Como ta o consumo? falta disposição do motor como dizem? o porta malas você achou pequeno? 

Obrigado! Estou usando um pouco para poder fazer uma análise melhor! Ainda estou no primeiro tanque de gasolina, rsrs.

Em breve posto minhas impressões!

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bonito carro, essa cor fica muito bonita nele! Melhor que o preto só o vermelho rs.

Porque trocou o Up tão rápido? Sentiu falta de itens de conforto? Espaço?

Aguardo as impressões do carro!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×