Ir para conteúdo
MIS

Toyota C-HR

Recommended Posts

 

Toyota afirma não ter planos de trazer o C-HR para o Brasil

Produção mundial do SUV está comprometida com outros mercados; Brasil pode esperar a versão híbrida

Steve St. Angelo, CEO da Toyota para a América Latina, afirmou para a QUATRO RODAS durante o Salão de Buenos Airos que o Toyota C-HR não deve vir para o Brasil este ano, nem em 2018.

O executivo reconheceu a importância do segmento de SUVs compactos, mas justificou que no momento a matriz priorizou investimentos em outros mercados.

“A produção já está totalmente direcionada e teríamos que tirar unidades de outros mercados para atender ao nosso. Não temos essa possibilidade”, diz o executivo.

Por aqui, o C-HR precisaria ter motor 2.0 a combustão, configuração atualmente oferecida nos Estados Unidos. Aquele mercado é atendido pela fábrica localizada na Turquia. Esta planta é a única a fabricar o crossover no planeta, e hoje opera em sua capacidade máxima.

Apresentado em 2016, além dos Estados Unidos, o C-HR é comercializado na Ásia, Austrália e Europa.

Quando questionado sobre a viabilidade de produzir o utilitário-esportivo no Brasil, mais uma vez o presidente da Toyota descartou as chances. “Nesse caso, o investimento na fábrica seria muito elevado e não teríamos volume suficiente de vendas”, afirma.

Em vez de eliminar qualquer possibilidade de o C-HR vir para o Brasil, Steve St.Angelo disse que provavelmente o modelo chegaria na versão híbrida. E cumpriria inicialmente uma função mercadológica semelhante à do Prius, um carro de imagens, mas com vendas tímidas.

O C-HR utiliza a plataforma TNGA, a mesma do Prius e que também será utilizada na próxima geração do Corolla, que deve ser lançada em 2020. Os três modelos também compartilharão o mesmo conjunto mecânico híbrido. Ou seja: a médio-longo prazo, fabricar a plataforma TNGA no Brasil será quase obrigatório.

 

Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/toyota-afirma-nao-ter-planos-de-trazer-o-c-hr-para-o-brasil/

----------------------------------------------------------------------------------------------------

Honda, FCA & Cia agradecem.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por que a Toyota não produz o carro aqui? Já tem 2 fábricas aqui em SP, tem a fábrica de motor(pode usar o Powetrain do corolla 2.0 flex) não vejo motivos para não ser fabricado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Flagra – Toyota C-HR roda em testes no Brasil - http://carplace.uol.com.br/toyota-chr-flagra-brasil/

Toyota-C-HR-1.jpg

Prometido para 2018 no Brasil, o Toyota C-HR foi avistado rodando por São Paulo em testes de adaptação, como mostram as imagens enviadas pelo leitor Bruno Aguiar e por nossos amigos do canal Falando de Carro. A chegada do crossover compacto foi confirmada ao Motor1.com por executivos da marca japonesa durante o Salão do Automóvel de Buenos Aires. E eles já adiantaram: virá, por enquanto, somente na versão híbrida, importado da Turquia.

De acordo com fontes ouvidas por Motor1.com, a incerteza sobre o mercado nacional ainda impede que a Toyota invista pesadamente para que seja produzido por aqui. “Há tempos batalhamos para trazer o C-HR”, desabafou um dos executivos. O custo de produção é alto, pois utiliza a nova plataforma modular TNGA, o que exige um investimento alto para modernizar as fábricas no país.

O modelo virá da Turquia em apenas uma configuração, com o mesmo conjunto híbrido do Prius, formado pelo motor 1.8 a combustão e outro elétrico, gerando 122 cv no total. Consegue ter um rendimento acima dos 26 km/l. Como essa mecânica é oferecida na versão topo de linha do C-HR, se encaixa nos planos da marca de usar esse modelo como uma vitrine e gerar expectativa pela produção no Brasil.

Ficar para 2018 tem mais vantagens. Com o fim do Inovar-Auto e a chegada do novo regime automotivo, os impostos devem ser reduzidos e as cotas de importação serão revistas. Além disso, o governo terá outros incentivos para modelos híbridos e elétricos, o que poderá ajudar a Toyota a manter o preço do C-HR próximo do valor praticado pelo Prius, atualmente vendido por R$ 126.600.

Nova plataforma e modelos

A arquitetura TNGA terá um papel muito importante para a Toyota no Brasil. Será a base da próxima geração do Corolla, prevista para 2019, modelo mais vendido da marca por aqui. Em seguida, será a vez do C-HR tornar-se nacional e do lançamento da dupla Yaris e Vios, hatch e sedã que serão posicionados acima do Etios e devem ser apresentados na Ásia em 2018.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E a novela continua...

 

Planos para o Toyota C-HR no Brasil subiram no telhado - http://carplace.uol.com.br/toyota-chr-brasil/

A “novela” sobre a venda do Toyota C-HR no Brasil ganha mais um capítulo. E desta vez a notícia não é boa: antes previsto para importação ao Brasil em 2018, exclusivamente na versão híbrida, agora os planos para o SUV compacto parecem ter voltado à estaca zero.

Em conversa com o CEO da Toyota para América Latina e Caribe, Steve St. Angelo, a reportagem do Motor1 apurou que o modelo está longe de ser prioridade para a Toyota brasileira. Agora que anunciou a produção local do compacto Yaris no segundo semestre de 2018, a princípio na versão hatch, a marca japonesa diz que não tem engenharia suficiente no país para tocar a adaptação do C-HR e mais as demandas internas. Segundo investigamos, a unidade do C-HR vista em testes no Brasil é a mesma que foi exibida no Salão de Buenos Aires – portanto, um modelo isolado, que não necessariamente está em fase de adaptação para nosso mercado.

Toyota CH-R 2017

Outro problema, de acordo com o que ouvimos de alguns executivos da Toyota aqui no Japão, é que a produção do C-HR estaria já totalmente tomada pela demanda global. E como o mercado brasileiro não é prioridade (o modelo seria híbrido e caro, tendo baixo volume), ficou para trás na fila de outros países que desejam ter o carro. Por fim, também ouvimos o velho discurso de que “a conta não fecha”, ou seja, o C-HR híbrido ficaria tão caro no Brasil que não valeria o investimento para lançá-lo e vender poucas unidades.

Toyota CH-R 2017

Diante de tantas explicações diferentes, uma coisa parece certa: C-HR no Brasil não é coisa para tão cedo quanto parecia. Talvez após 2019, quando o novo Corolla chegar com a plataforma modular TNGA (usada pelo Prius e pelo C-HR), aí o lançamento do SUV compacto no Brasil se torne mais viável. Até lá, a Toyota vai ficar assistindo a concorrência lucrando neste apetitoso segmento…

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E a novela acabou...

Acabou o sonho: Toyota desiste do C-HR e tem outros planos para o Brasil - http://carros.uol.com.br/noticias/redacao/2017/12/14/acabou-o-sonho-toyota-desiste-do-c-hr-e-tem-outros-planos-para-o-brasil.htm

Citar

UOL Carros chegou a dar como certa sua vinda na cobertura do Salão de Buenos Aires. Pois é... O sonho acabou. Nossa reportagem pode afirmar, em primeira mão, que a fabricante desistiu definitivamente de importá-lo, por um motivo muito simples: a conta não fechou.

Citar

A ideia seria trazer somente a configuração híbrida, que poderia ser posicionada numa faixa mais elevada de preços devido à motorização diferenciada.

 

Só que aí veio a encruzilhada: uma etiqueta de R$ 100 mil deixaria as margens muito pequenas e criaria uma demanda que possivelmente a montadora não conseguiria suprir. Já uma de R$ 120 mil eclipsaria totalmente o Prius e não seria condizente com as dimensões acanhadas do modelo. Fim de história.

Citar

"Então quer dizer que a Toyota vai ficar de fora do segmento mais movimentado do mercado nacional?". Calma que não será assim. Há um SUV sendo planejado para o Brasil, mas nossas fontes garantem duas coisas: 1) será um projeto de caráter local, e não global. 2) não há qualquer chance de lançamento antes de 2020. Até lá a grande aposta será na família Yaris.

Esse papo de caráter local significa uma coisa: lixo; coisa que japonês inteligente não compra.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 horas atrás, NeoConker disse:

Simples, troca o Prius pela C-RH.

Cara, acho que se fizessem isso, venderia muito!

Afinal praticamente não vemos Prius na rua... E um SUV novo, da Toyota, por R$120 mil (coisa que muito SUV de tamanho semelhante custa), com certeza faria sucesso!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×