Henri

Membros
  • Total de itens

    163
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    4

Henri last won the day on April 7

Henri had the most liked content!

Sobre Henri

  • Rank
    Domingueiro

Profile Information

  • Local
    PR

Últimos Visitantes

135 visualizações
  1. Mas já estão produzindo 17/17 há mais de um mês. Eu segurei o faturamento de meu pedido há um tempo e não o autorizei enquantão não fornecessem um veículo 17/17, no caso o 308. E assim foi, pegando então o 2017. Eles segundo me informaram, estão com um 308 branco sólido e um preto em estoque, 2016, e provavelmente alguns 408 2016 em estoque, querendo desová-los. Aconselharia não aceitar o preço cheio em um 2016.
  2. Tem 17/17 sim... Enrolação do vendedor! Exija 2017/17! Estão fabricando os 17/17 há mais de um mês.
  3. @D_Biri de Birigui, SP? Vi aqui, e em sua cidade só existem 3 anúncios de Corolla em toda a cidade, a partir de 2014. Certamente isso ajudou. Mas cá entre nós, você compraria ele por R$ 62.000? Ou analisaria outras opções? Abraço,
  4. @D_Biri Que bom que conseguiu isso, amigo. Na vida real, as coisas são bem diferentes. De que cidade você é?
  5. Não sei na prática, até onde estas ideias funcionariam Carlos. O comprador, sempre quer um carro mais completo, se possível nas versões topo de linha. E em geral, de onde saem R$ 45.000, saem mais mais R$ 5.000 De onde saem R$ 50.000 de cara, saem também mais R$ 5.000, e daí adiante. E há vários e vários e vários carros mais completos, do que os de entrada, e por preços equivalentes. Como o ATM citou ali, a realidade é que pedir um preço qualquer um pede. Vender, é bem diferente. Nos inúmeros exemplos dos anúncios que postei ali, você vai encontrar dezenas de Corollas a preços de banana. Vai encontrar dezenas de Civics da mesma forma. Dezenas de diversos outros carros, de diversas montadoras, na mesma situação. E o comprador, se jogar R$ 5.000 abaixo DO QUE PEDEM, e às vezes até 7.500, o cara vende! Como falei, teste lá. Faça algumas propostas... É bem capaz que tu encontre vários que aceitem menos de R$ 50.000 em um 2015 GLI Upper, ou mesmo superior. O mais básico então, este para o público PCD, você nem encontra praticamente. E qualquer um que vai gastar R$ 40 / R$ 50.000 em um usado, quer um carro bem completo. Eu pelo menos, não compraria NUNCA um Corolla usado de entrada, com dois anos de uso... Nunca mesmo. Pois há muitas opções, Toyota ou não, a preços melhores e mais completos. Daí, eu penso ser fantasiosa a ideia das pessoas que pensam que conseguirão empatar qualquer número. Pior ainda ganhar dinheiro. A pratica, é extremamente provável, que vai decepcionante. Carro não é investimento, são gastos, e muitos gastos.
  6. Eu dissse NA CASA DOS R$ 40.000, e não abaixo. Quanto ao outro, quando postei havia 2015 abaixo de R$ 50.000. Se monitorar as vendas com frequencia, sempre tem vários a preços bem baixos. E não são carros de leilão, sinistro, etc. Existem também, mas a maioria não são. E se tu propor determinado preço à vista ao povo, muitos aceitam: Faça o teste. Envie algumas propostas.
  7. @Lorenzo Olhe com cuidado lá... Há uns 500 carros anunciados ao todo. Alguns poucos conforme você falou, e o restante preço à vista, sem financiamento, e bem a baixo do que o povo tem expectativa de receber quando vender. Acho ilusório essa ideia de que algumas pessoas partilham acerca de possibilidades de venda a preços exorbitantes. Veja lá, tem 2014 na casa dos R$ 40.000, e 2015 até abaixo de R$ 50.000 e por aí vai... Tem modelos melhores que o GLI a preço de GLI... Veja com calma os preços que pedem e encontrará muitos preços bem baixo. Abraço,
  8. Amigo, a versão custa o que indicado na Fipe: R$ 70.690,00 Mês de referência: abril de 2017 Código Fipe: 002109-1 Marca:Toyota Modelo: Corolla GLi 1.8 Flex 16V Aut. Ano Modelo: Zero KM a Gasolina Preço Médio: R$ 70.690,00 Está indicando que ele seria vendido como um veíulo modelo superior, é isso?
  9. Amigo, tudo bem? Você viu isso aqui abaixo? Estávamos esses dias falando sobre diversas questões acerca do Corolla. Ali apreciamos desde a segurança ou insegurança do veículo, passando a questões de confiabilidade, índice de falhas e problemas, preços de venda, etc. Tem bastante conteúdo ali, se seguir os links organizados naquela postagem. E não se trata de achismo ou ciência da advinhação - São fatos, comprovados, e com as respectivas fontes. Dê uma olhadinha lá, e de repente você pode contribuir com mais informações de modo a enriquecermos ainda mais a discussão, afim de que as pessoas tomem decisões pautadas em fatos, e itens comprováveis com suas respectivas fontes. Por exemplo, sobre preços, veja na prática aqui, resumidamente, você mesmo: Corolla 2014 adiante: http://www.olx.com.br/veiculos/carros/toyota/corolla?ps=30000&rs=32&sp=1 Corolla 2015 adiante: http://www.olx.com.br/veiculos/carros/toyota/corolla?ps=30000&rs=33&sp=1 Corolla 2016 adiante: http://www.olx.com.br/veiculos/carros/toyota/corolla?ps=30000&rs=34&sp=1 E finalmente, do ano 2017 adiante: http://www.olx.com.br/veiculos/carros/toyota/corolla?ps=30000&rs=35&sp=1 Lembrando que o amigo está tratando da versão de entrada, sem diversos itens dos acima deste, e que o consumidor que comprar de você, não vai lhe reembolsar seus gastos para tornar o carro mais atrativo. Então é dinheiro perdido em acessórios, basicamente. E é certo que ele preferirá as versões acima do de entrada, por preço equivalente. Ninguém prefere um Corolla básico, quando pode comprar um Corolla mais completo por preço equivalente. Veja lá todas as observações que coletei. Abraço,
  10. ...Se é melhor ou não, eu mesmo não faço ideia, pois nunca pesquisei a fundo e nunca me interessei. Pessoalmente, penso que me atende melhor do que atenderam outros carros. Motor mais potente, trocas suaves, força logo em rotação baixa, ultrapassagens mais rápidas e seguras, pois o carro não tende a "ficar preguiçoso" pra retomar a velocidade e em consequência, pisou responde de imediato. Além de algumas matérias nacionais e internacionais que elogiam bastante. Todavia, não sei precisar o que e que partes poderiam ser melhores em um e em outro. E por isso não afirmo nada! Agora, muitas vezes temos alegações aqui, que são difíceis de ler quieto, e nos mantermos quietos, seja com qual montadora e carro for! A verdade seja dita, e comprovada com fontes, como estamos fazendo. Todos ganham, com informações confiáveis, ao invés do achismo brasileiro que não leva a nada, a não ser: mais ignorância! Abração,
  11. Estamos lidando com fatos, e fatos comprováveis, com as devidas fontes de informação... Isso é produtivo, ao invés de achismo e alegações sem fundamentação e sem fontes que COMPROVEM a informação. Então, sempre que podemos alegar algo e provar por A+B, penso ser bem vindo a quem interessar. Aí alguns se interessam, outros não, uns se alegram outros se irritam... Um país democrático de direito é isso, como um forum também é. Abraço, E ao pessoal aí também, uma notícia boa: https://economia.terra.com.br/nova-politica-automotiva-deve-abrir-mercado-a-concorrencia-de-importados,95060f66f48cc4d3e4e7ca029521d593n5f2ma1q.html
  12. 100% couro os valores que citei. Valores estes cobrados em TODA Curitiba.
  13. Bancos em couro, INTEGRAL, custa entre R$ 1.200 a 1.600... Qualquer carro, praticamente. Incluindo restante do interior.
  14. @FLR3000 Eu também prefiro Sedãs... Na verdade prefiro peruas, mas desapareceram com as opções com isenção, e até mesmo sem isenções. Talvez uma hora eu encare algum importado, mesmo sabendo que morrerei com uma grana danada dado o fato de que esgotaram com as peruas no Brasil. Vamos ver. Quanto ao valor do seguro, pra mim saiu na faixa dos demais carros, e até mais barato que alguns. Saiu por R$ 2.600 ou R$ 2.800 e uns quebrados. Não lembro exatamente... Quanto a oficinas, também não esquento com essas coisas: não pretendendo visitar nenhuma a não ser que seja obrigado a fazer. Além dos itens de série, me concederam o reboque, película dos vidros, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro (vem com câmera já), e outra coisa que não recordo. @Atm Compreendo o que expôs sobre o ano, e concordo em partes. Mas em março ou abril, é demais... Já gostei do Corolla, lá atrás, em meados de 2000 e pouco... Civic também. Mas abandonei de vez: muito inseguro (na prática e já relatei e demonstrei isso aqui no forum), muita frustração! Não compro mais NADA da Honda. Nada, nada, e nada, nem com 40% de desconto. Dois acidentes e várias pesquisas me bastaram pra convencer a mim mesmo. É ridículo o que tentam empurrar goela abaixo no Brasileiro com o Corolla, fato. Sério vender um carro tão depenado assim? Vergonhoso! E as demais alegações, como vimos ali atrás, não se sustentam! Provado com fatos e as devidas fontes... E se restarem dúvidas, continuamos analisando. Daqui um tempo venderão o carro com SETAS como opicionais, ou você põe os braços pra fora do carro pra sinalisar. Lhe darão a escolher entre os limpadores do párabrisa ou manivelas plásticas para baixar os vidros dianteiros... Porque traseiros talvez virem fixos. Devem retirar os bancos normais do carro, e colocarem um de madeira e pregos... Relógio digital Casio monocromático eles irão manter porque é IDENTIDADE visual do carro. E por aí vai... E é capaz que o brasileiro ainda compre! Concordo que o carro seja bom, mas como vimos não é NADA demais, e tem sim seus diversos contras, como demonstrado ali atrás... Mas enfiarem isso goela abaixo no consumidor com a ignorância do povo, é abusar demais da inteligência de outros. Muita falta de respeito. Retirem logo a merda do mercado de PCDs como fez a Honda: é mais digno do que vender aquilo! Se um ou outro curte, que bom, fico contente. Mas não sei se comprariam novamente em face das opções presentes ou futuras existes. Enfim, é miseravelmente ridículo o que ofertam ao consumidor... Quanto a ESP, acho que escrevi umas 3 páginas sobre isso ano passado, pra que todos cobrem de todas as montadoras: Custa uns R$ 300 a R$ 500 reais, se lembro bem, e salva muitas vidas. Então não é benefício: é obrigação pra qualquer carro de R$ 30.000! Enfim... Esqueci de comentar: Que merda é aquela no 308 de ter que entregar a chave ao frentista!? E o volante poderia não ser de 1992 também, embora eu prefira os comandos atrás do volante. Sério, também!?
  15. @Atm, prefiro que continuem vendendo pouco! Mais opções de carros aparentemente melhores, e a preços inferiores aos preços absurdos praticados hoje em dia. Fico contente que a PSA venda relativamente pouco. Não sei qual é a fatia de mercado, de acordo com a FENABRAVE. @FLR3000, comprei sim, há pouco tempo... Posei fotos lá atrás, ao pessoal que havia pedido. No caso o 308, mas por R$ 54.000. Paguei o valor mínimo, depositei o restante em uma aplicação, e vou pagar as mensalidades sem juros. No fim das contas, poupo mais R$ 4 / 5 mil assim, dado à aplicação financeira. Teria comprado o 408 se não houvessem retirado os diversos airbags, e ar de duas zonas automático. Ou o C4L se tivesse a mesma quantidade de airbags, em 3º lugal. Ou o Renegade, como 4ª opção, se não fosse o motor que para estrada acho muito fraco, embora não pretendesse pegar estrada com ele. Ou o 2008 como 5ª opção se não fosse o câmbio com 4 marchas, embora não faça muita diferença. Até considerei outros carros, mas acabei excluindo todos os demais. Para mim, dado os itens de SEGURANÇA, itens de série inclusos de fábrica e motorização, o 308 pareceu melhor antender. Não gosto do espaço do banco traseiro do 308, embora seja maior que vários outros, e detesto terem tirado as saídas de ar traseiras! No resto, não tenho o que reclamar. As fotos de quando chegou estão aqui, é só clicar: