cmartin

Membros
  • Total de itens

    257
  • Registro em

  • Última visita

Sobre cmartin

  • Rank
    Motorista

Profile Information

  • Gender
  • Local
    Rio Grande do Sul

Seu Carro

  • Fabricante
    Jeep
  • Modelo
    Renegade
  • Versão
    1.8 AT
  • Cor
    Branco
  • Ano/Modelo
    2016
  1. Vou te falar do Renegade pq foi minha escolha: não é menor por dentro... não sei pq vc pensa isso mas é mais espaçoso que Duster e Ecosport que conheço. Também é mais confortável e estavel por ter acabamento premium e ESP e controle de traçao. Quanto ao porta malas se vc observar o formato do carro, vc verá que a traseira é quadrada na parte superior o que não ocorre com nenhum outro suv. Desta forma, viajei de férias com minha esposa e filhas 1 e 6 anos tirando a tampa do porta malas. Isso dobra o tamanho liberando mais de 500 litros. Levei 3 malas, carrinho do bebê, 3 cadeiras de praia, 2 sacolas de alimentação, patinete e ainda tinha visibilidade no vidro traseiro. Diga o que quiser desse porta malas, mas p mim está ok. Ao meu ver se pegar o 17 com as melhorias de motor é a melhor escolha (de novo). Coloque multimidia M1 q o pessoal cita aqui no forum por 2200 e o rack de teto do ML por 700. Se quiser rodas, por 1500 tem várias do sport à venda no ML tb. Esta é minha contribuição. Carro com 16000 km e nenhum problema. Nem recall precisou pois já é 16/16 os problemas são na maioria nos 15/16.
  2. Vamos lá.. 1. O carro é otimo... tenho um 16/16 e é fora de série... confortável bom de dirigir e bonito. 2. Sobre os problemas, é um carro com 4000 unidades por mês e neste universo quando 40 pessoas reclamam é 1%. Esse mesmo % pra grupo PSA é 1 ou 2 carros. 3. Se seu carro tiver fabricação 2017 (o que é certo) não pode ser modelo 2016 por questão de regras do mercado automotivo. Desta forma fique tranquilo. Terás um ótimo carro 2017 para curtir por 2 anos.
  3. Estou achando muito estranho essa situação de Renegade 2017/2017 com motor antigo (132 cv). A única explicação seria desovar um estoque de MOTORES apenas, porém, quando acabar este estoque vão fabricar com o motor de 139 cv? Então teremos Jeep modelo 17 com motor de 132 e Jeep 17 com motor de 139? Nunca vi isso na indústria automotiva no brasil. O modelo 2017 de um carro é identico do início ao fim do ano. Se muda uma característica fundamental (que não é opcional) só mudando de ano mesmo... Ao meu ver a única explicação para isso é que quando acabar o estoque de motor, a versão sai de linha...
  4. O isolamento é muito bom sim. Assovio de vento acima de 120 nunca ouvi. O carro é muito silencioso. Se subir acima de 4000 giros ouve-se mais o motor mas nada de anormal.
  5. Ao meu ver a VW está fora do mercado PNE pois para o nosso público só tem carro popular e no máximo um câmbio automatizado... bem complicado. E os populares bem incompletos diga se... antes de aumentar o teto prefiro comprar só com isenção de IPI... vai dar na mesma.
  6. Vou comentar aqui que o grande motivo do Jeep (e outros suv ou sedan) ter disco nas 4 rodas é em função dos controles de estabilidade ESC. O freio à disco dá uma precisão inexistente no freio à tambor, para a correção feita pelo ESC/ESP nas situações de emergência. Quanto à ausência no Creta, da assistência em rampas, posso dizer que é praticamente desnecessário. Tenho o Renegade e desabilitei o recurso, visto que o câmbio automático já segura o carro em subidas e descidas bem íngrimes inclusive. Desabilitei principalmente pela hora de estacionar em lugares apertados em ladeiras, que se você precisa fazer um movimento curto do carro, o assistênte de rampas atrapalha mais do que ajuda... No fim, do comentário do CANDRE, acho que se o Creta é mais confortável que o Jeep o carro é muito bom. Confesso que fiz test drive em C4, Corolla, Tucson, conheço os carros da Ford (Eco, Fiesta), Tracker, toda a linha da Honda, e o Jeep é o carro mais confortável de todos esses (talvez o Corolla se equipare). Se o Creta for melhor, então o carro deve ser muito bom meeeesmo... (será?)
  7. O Site da Jeep mostra a chamada Novo Renegade 2017 com motor de 139 CV para TODAS as versões... Se não tiver na PCD é propaganda enganosa...
  8. Você sabe informar porque somente no estado de São Paulo a burocracia é tão grande? Porque não é informatizado como nos outros (TODOS) estados? Fiquei com meu processo 5 meses em análise (de setembro a fevereiro do último ano) até que desisti da Toyota e optei pela Jeep. Para o Renegade que vem de Pernambuco a liberação foi questão de dias (na verdade não sei quantos pois a fábrica faturou o carro 20 dias após o pedido. Obrigado pelas informações.
  9. Não sei qual o seu estado mas aqui no RS pede se 1 vez e permanece até transferir p outro veículo. Já consultou no site do detran do seu estado?
  10. O motor vai ser o mesmo em todos... nao tenha dúvida. Como q falam em desovar 2016 se tem fila p comprar o carro? Se tem fila é por limitação da fábrica. E se sai da fábrica em 17 o carro é 17/17, não pode ser 17/16...
  11. Não é. Ele ajuda. Mas a economia se dá pelas melhorias do motor. Eu particularmente não gosto do sistema. Alem de prejudicar muito a bateria (vida útil) qdo desliga tb corta o ar condicionado. No calor é ruim. E o resultado na economia é infimo.
  12. De tudo que tenho lido, acredito que o MOTOR será o mesmo em todas as versões. Acredito que fique de fora o Start Stop e alguns outros detalhezinhos, mas o MOTOR de 139 CV deve ser o mesmo pois já está na TORO e seria um tiro no pé ter um motor só para uma versão PNE do carro que se restringe à 5% das vendas do modelo.
  13. A seguradora paga a fipe sim. O problema é na perda total que vc tem q passar o carro para a seguradora e para isso tem q quitar os impostos do seu bolso...
  14. Você pode mandar para ela a Ficha técnica do modelo que já possui detalhamento para PCD, e ela contatar a fábrica. Em segundo lugar, a Jeep não deve entregar mais o modelo 16, visto que toda a produção é absorvida (fila de espera) desta forma, só se eles entregassem o fabricação 17 e modelo 16, o que não existe... em resumo... os novos pedidos são de carro 17/17.. solicite isso na hora da compra.
  15. Todos os estados possuem o processo informatizado e desburocratizado, pois considera se um serviço adequado a liberação de beneficios para PNE. Já o estado de São Paulo, como sendo o maior concentrador de montadoras e o maior mercado automotivo do país, vê o benefício de Icms para PNE exclusivamente como perda de receita (se a montadora fatura carros sem recolher icms). Desta forma mantém o processo manual e nãomoverá uma palha para mudar este cenário. Já faz anos que é assim e não há perspectiva de mudar. Cá para nós, perda de receita com geração de emprego, consumo de combustuvel, e manutenção da economia... coisas do Brasil...