PHAER

Placa Preta
  • Total de itens

    4.862
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    98

PHAER last won the day on April 11

PHAER had the most liked content!

Sobre PHAER

  • Rank
    Jeremy Clarkson
  • Data de Nascimento 21-09-1985

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Local
    BHZ/PNZ

Últimos Visitantes

565 visualizações
  1. pqp hein... GSR é apenas outro nome pra nova versão do... dualogic kkkkkkk
  2. Pra mim é um carro basicamente inexistente. Não tem nenhum atributo que me chama atenção nem mesmo se limitando ao seu nicho. Basicamente... eu nunca compraria! Agora, quando o Gol G3 foi lançado, em 99 pra 2000, teve casos de partes internas quebradas também. Foi corrigido e ficou perdido no passado, o carro vendeu muito bem. É capaz de não refletir em nada no caso do Mobilete... Outra coisa é que a qualidade de fabricação e montagem varia no mesmo modelo. O Palio ELX 1.3 16v 2002 que eu tive fazia menos barulho interno com 7 anos do que o highlander Etios com menos de 3!! Já o 1.0 fire 2004 que teve em casa começou a ter ruído de plástico já com 1 ano!
  3. po, o Seat leon eu acho perfeito!
  4. pra mim é apenas uma pequena evolução do polo alemão de 2009. Mais feia, aliás. Agora, a frente ficou bonitona!!!
  5. Achei feiosa demais a traseira. Mas a frente ficou muito legal!! Aposto que vai se chamar Gol no Brasil.
  6. Aí depende da forma que sua mãe dirige. O Punto tem a frente bem mais curtinha e é bem mais difícil de raspar no chão. A posição de dirigir também é ligeiramente mais alta. Eu prefiro o Bravo, mas tem mulher que prefere dirigir o Punto. Seria bom colocar ela pra dirigir antes!
  7. o painel essa geração do 911 é sem condições! ISSO é painel de carro!! kkkkk
  8. Futuro próximo na VW: Up tsi = 60k novo Gol 1.0T = 75k Golf 1.0T = 90k
  9. Não há diferenças enormes de custos entre eles. O Palio sai ligeiramente mais barato. Acredito que dentro da necessidade de vocês o Palio seria o carro mais prático e ágil pra usar na cidade por uma mulher. O Punto adiciona uma dose de conforto, qualidade e comportamento e o Bravo, mais outra dose das três coisas e adiciona mais espaço interno e porta-malas (400 litros). Só que o Bravo é maior e raspa mais a frente em meios fios altos do que Punto e Palio, perdendo pontos em praticidade nesse quesito. Punto 1.6 tem consumo próximo de Punto e Bravo 1.8, no mundo real. Eu ficaria com os 1.8. Todos vão fazer entre 8 e 9 km/l numa grande cidade (a não ser que se rode sempre com trânsito bom), e entre 12 e 13 km/l na estrada a 120-130 km/h. O Palio faria de 0,5 a 1 km/l a mais nas duas condições.
  10. Que viagem... é ÓBVIO que apareceriam oficinas especializadas em câmbio automatizado! É um tecnologia antes, que se popularizou ultimamente e que nem todo mecânico de formação anterior sabe mecher no sistema, já que tem robô lá. A outra coisa é: É óbvio que vão existir mais histórias (ruins ou boas) com o dualogic!! Dos vendidos atualmente, ele é o que surgiu primeiro e o que vendeu mais! É uma questão de amostragem, simplesmente! Antes de direção hidráulica se popularizar, não existiam oficinas de direção hidráulica nas cidades, ainda que todo carro tivesse lá a direção mecânica e que todo mecânico sabia mecher. O mesmo pra câmbio automático convencional. Todos os automatizados monoembreagem tem o mesmo princípio, funcionoam de forma parecida e os mesmos pontos fracos: quando a embreagem vai ficando velha, fica dura e compromete o atuador. E quase sempre, vão aparecendo sinais de que tem algo errado. O que muda mesmo é o acerto entre cada um. Os dois piores que eu já dirigi foram o i-motion no Up e suas trocas de 2 segundos, e o primeiro dualogic no Stilo, disparado. No mais, se esse tipo de câmbio vai se popularizar mais ainda.. quem sabe! Abmw acha que não e eu também tenho achado, mas fabricantes já erraram antes nessas previsões...
  11. O Sandero evoluiu muito nesta geração e, na última atualização, melhorou os 3 pontos que mais precisva: Motor, câmbio e direção. Agora, além de ter espaço e robustet, está com ótimo desempenho e finalmente com cambio e direção decentes. Mas o Fiesta está em outro patamar de refinamento de projeto, é muito mais gostoso de dirigir. É mais moderno por dentro e por fora. Seria com câmbio manual, correto? Colocando em pontos positivos e negativos: Sandero: + Espaço + Robustez + Desempenho do 1.6 SCe - Acabamento/interior simples - Comportamento dinâmico mais normal Fiesta: + Desempenho + Comportamento dinâmico + interior mais inspirado e bem feito - Custo de manutenção mais alto - Espaço interno menor
  12. Eu não teria medo. Como você falou, é um carro sem problemas mesmo com manutenção, gostoso de dirigir e se encontra muito bem equipado. O preço já caiu um tanto e, não tendo problemas com manutenção como é o caso, é daqueles carros que vão atender bem por um bom tempo a custo geral menor do que a média.
  13. Entre os três eu ficaria com o Civic. É o único médio deles e isso se reflete na qualidade de rodagem, comportamento dinâmico e espaço. O ponto negativo mesmo é o porta-malas menor do que o de alguns hatches médios. Mas eu tentaria caçar um pouco rodado mesmo, dentro do possível. O City eu só compraria se fosse rodar muuuito com o carro (mais de 30 mil km por ano, por exemplo), porque como nome Honda, tende a ser mais fácil de vender depois mesmo com alta quilometragem. É um carro caro e pelado pro preço dele, pra mim fica devendo.
  14. O dualogic é um troço curioso. Tem todo o bafafá de que não presta, mas as 3 pessoas que eu conheço pessoalmente que tem carros com esse câmbio não tem ou tiveram problemas. E pra completar, meu pai inventou do nada de comprar uma idea adventure dualogic 2011. Está lá sem problemas, vamos ver o que vai ser... De toda forma, o câmbio automático tradicional ou cvt tendem a ser compras mais tranquilas do que os automatizados e o Fit está incluso nisso. Mas, pra mim, é um carro que custa mais do que vale seja novo ou usado, é duro e pelado. Eu pessoalmente não compraria. A não ser que encontrasse num preço muito bom em relação ao praticado no mercado.