Lanpenn

Membros
  • Total de itens

    1.171
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    4

Lanpenn last won the day on September 23 2016

Lanpenn had the most liked content!

Sobre Lanpenn

  • Rank
    Piloto de Track Day
  • Data de Nascimento 19-04-1998

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Local
    Mococa - SP

Seu Carro

  • Fabricante
    Chevrolet
  • Modelo
    Corsa Sedan
  • Versão
    1,0 8V Milenium
  • Cor
    Prata
  • Ano/Modelo
    2001/2002

Últimos Visitantes

736 visualizações
  1. Não me surpreende muito pois é da mesma laia da Dilma e Lula: diminuir de um lado e aumentar de outro. E claro, por esse ótimo combustível que os automóveis são obrigados a consumir todos os dias.
  2. Chrysler tem uma péssima reputação nos seus carros por lá há certo tempo (e já tem lembranças dos terríveis carros K, frutos de uma gambiarra política em uma fracassada tentativa de combater a invasão dos carros pequenos asiáticos nas décadas de 70 e 80), agravada pela compra da Fiat, marca esta que também é mau-vista ao extremo por eles. Agora sobre a Buick, Lincoln e Cadillac, não posso explicar. O que sei é que a Buick é conhecida por carros para um público mais maduro (diga-se, com mais de 60 anos), com carros que, até uns anos atrás, remetem de certa forma às "barcas" das décadas de 50 e 60, grandes em porte e em espaço interno. A Lincoln (com o seu Town Car cuja porcentagem de público com mais de 60 anos era mais que 70%) e a Cadillac também têm a sua parcela. Em resumo, as marcas japonesas (em principal Honda e Toyota) são preferidas nos carros pequenos e médios, com boa qualidade construtiva, simplicidade e maior confiabilidade mecânica, enquanto as europeias são associadas com sofisticação e refinamento, com maior complexidade em manutenção e isso talvez se associe com o fato destas terem maior status e, por consequência, se destaquem entre o segmento de luxo. As americanas se destacam mais pelas picapes e utilitários, cujas picapes até hoje estão na tríade de veículos mais vendidos no país, com Ram Pickup, Chevrolet Silverado e Ford F-150.
  3. Achei legal o item 20. Quando tiver mais tempo eu posso ler todo o conteúdo.
  4. A Aisin pelo jeito deve dominar o mundo já... hahahaha!!!
  5. Muito provavelmente sim, o dono deve ter colocado óleo de pastelaria à rodo no carro, não cuidou direito e agora quer empurrar com a barriga. Nesse preço de bons carros conservados pode achar Uno, Gol básicos e da década de 90.
  6. Eu também ri muito... mas eu já vi pela internet um Marea que tá rodando liso (mas é câmbio manual), de um rapaz que emprestou para o Bellote. A marca estragou o carro... é o que eu chuto. O câmbio AL4 e AT8 é outro caso que me irrita pois tem dono que fala bem e tem dono que fala mal, parece aquele conflito entre uma pessoa que fala que nenhum muçulmano presta e outra pessoa que fala que nem todo muçulmano é extremista e afins... Curioso esse problema da transmissão do Jetta, que é inclusive uma parceria da Volks com a Aisin, e suponho que esteja em uso até hoje na linha. Nunca tinha visto sobre em todos os guias de compra eu li pela internet. O Audi A3... ele deve ter ido na autorizada pois o carro compartilha peças com modelos mais baratos do Grupo Volkswagen. Inclusive tem um à venda aqui em Mococa, quem quiser dar uma olhada...
  7. Há estadunidenses que falem que carros europeus não são tão confiáveis e que são carros sofisticados demais comparados aos de marca japonesa (apesar de carros como o BMW X1 ser importado de Santa Catarina), mas isso não se torna tão relevante ao ver os carros do segmento de luxo mais vendidos no ano passado. Apesar de Lexus, Acura e Infiniti ainda terem uma posição em destaque, é fato que os europeus na prática já atendem à uma demanda no mercado. E é isso que você irá conferir aqui. #10 BMW Série 5: 32 408 unidades vendidas Preços à partir de U$52 195 #9 BMW Série 4: 35 763 unidades vendidas Preços à partir de U$43 145 #8 Audi A4: 36 987 unidades vendidas Preços à partir de U$35 850 #7 Acura TLX: 37 156 unidades vendidas Preços à partir de U$32 850 #6 Lexus IS: 37 289 unidades vendidas Preços à partir de U$38 800 #5 Infiniti Q50: 44 007 unidades vendidas Preços à partir de U$34 855 #4 Mercedes-Benz Classe E/CLS: 50 896 unidades vendidas Preços à partir de U$53 075 #3 Lexus ES: 58 299 unidades vendidas Preços à partir de U$43 375 #2 BMW Série 3: 70 458 unidades vendidas Preços à partir de U$33 445 #1 Mercedes-Benz Classe C: 77 167 unidades vendidas Preços à partir de U$40 425 A fonte das imagens e dos números de vendas você pode ver aqui. Deixe sua opinião abaixo!
  8. Pessoal , ontem e hoje vi esses dois vídeos que causaram uma certa polemica. Queria saber a opinião de vocês sobre e, por que não, discutirmos.
  9. Sim, é verdade. Das marcas de luxo, os Audi's estão entre os menos caros porque compartilham muitas peças e componentes com outros modelos do Grupo Volkswagen. Já fiz estimativas com um Audi A4 e achei até barato.
  10. chevette; tubarão

    Melhor não. Se gosta de carros antigos e de boa qualidade, você pode procurar na Pastore Car Collection e com o Reginaldo de Campinas.
  11. ATENÇÃO: O ARTIGO ABAIXO FOI PUBLICADO ANO PASSADO, LEVANDO EM CONTA A REALIDADE DOS ESTADOS UNIDOS. ATENTE-SE AO FATO DO "CARO" DELES PODER SER DIFERENTE DO "CARO" AQUI DO BRASIL Os carros mais e menos caros para se manter Carros de luxo, como os BMWs, são os mais caros e os Toyotas são os menos caros. Estilo de dirigir também afeta os custos de manutenção. Por Maddy Martin, 1º de julho de 2016 A coisa mais cara que a maioria dos americanos mantêm, depois de suas casas, são seus carros. Na média, americanos gastam 5% de seu orçamento ao comprar um carro. Outros 5% vão em manutenção e custos de seguro. Mas nem todo carro custa o mesmo para mantê-lo rodando. E diferentes carros têm riscos variáveis em deixar de repente seus donos imobilizados. No YourMechanic, temos uma massiva base de dados de marca e modelo dos carros que já fizemos serviços e o tipo de manutenção feita. Decidimos usar nossos dados para entender quais carros quebram mais e tem os maiores custos de manutenção. Nós também procuramos quais tipos de manutenção são os mais comuns para certos carros. Primeiro, procuramos quais as maiores marcas custam mais para manter nos dez primeiros anos de uma vida de um carro. Nós agrupamos todos os anos de todos os modelos por marca para computar seu custo médio por marca. Em ordem de estimar custos anuais de manutenção, encontramos a quantidade gasta a cada duas trocas de óleo (feitas geralmente a cada seis meses). Quais marcas custam mais para manter? Baseado em estimativas de manutenção ao longo de dez anos. Posição Marca Custo 1 BMW $17.800 2 Mercedes-Benz $12.900 3 Cadillac $12.500 4 Volvo $12.500 5 Audi $12.400 6 Saturn $12.400 7 Mercury $12.000 8 Pontiac $11.800 9 Chrysler $10.600 10 Dodge $10.600 11 Acura $9.800 12 Infiniti $9.300 13 Ford $9.100 14 Kia $8.800 15 Land Rover $8.800 16 Chevrolet $8.800 17 Buick $8.600 18 Jeep $8.300 19 Subaru $8.200 20 Hyundai $8.200 21 GMC $7.800 22 Volkswagen $7.800 23 Nissan $7.600 24 Mazda $7.500 25 Mini $7.500 26 Mitsubishi $7.400 27 Honda $7.200 28 Lexus $7.000 29 Scion $6.400 30 Toyota $5.500 Toyota é de longe a fabricante mais econômica. Scion e Lexus, a segunda e terceira marcas menos caras, respectivamente, são ambas subsidiárias da Toyota. Juntas, todas as três são 10% abaixo do custo médio.Importados da Alemanha, como BMW e Mercedes-Benz, juntamente com a marca de luxo doméstica Cadillac, são os mais caros. Um Toyota é por volta de U$10 mil menos caro ao longo de dez anos, só em termos de manutenção. A maioria das marcas domésticas, como Ford e Dodge, estão no meio do pacote. Enquanto carros de luxo exigem a manutenção mais cara, muitos carros mais baratos ficam em um patamar relativamente alto. Kia, uma marca de entrada, surpreende com custos de manutenção 1,3 vezes a média [nota do editor: aqui isso também ocorre]. Nesse caso, preços de etiqueta não representam custos de manutenção. Sabendo o custo relativo de manutenção de marcas pode ser informativo, mas é também importante considerar como os custos de carro mudam com a idade. Essa tabela mostra a média anual de custos de manutenção de todas as marcas. Custos de manutenção aumentam com a idade do carro. Um estável e consistente aumento de U$150 por ano existe entre o primeiro e o décimo ano. Depois disso, há um pulo distinto entre 11 e 12 anos de idade. Depois dos 13 anos, os custos ficam por volta de U$2000 por ano. Isso é favoravelmente o motivo de pessoas venderem seus carros se os custos de manutenção são maiores que os valores de seus carros. Mesmo entre marcas, nem todos os carros são criados igualmente. Como comparar diretamente modelos específicos a outros? Dividimos todos os carros por modelo olhando os custos de manutenção ao longo de 10 anos. Quais modelos custam mais para manter? Baseado em custo total de manutenção ao longo de dez anos Posição Marca e modelo Custo 1 Chrysler Sebring $17.100 2 BMW 328i $15.600 3 Nissan Murano $14.700 4 Mercedes-Benz E350 $14.700 5 Chevrolet Cobalt $14.500 6 Dodge Grand Caravan $14.500 7 Dodge Ram 1500 $13.300 8 Audi A4 Quattro $12.800 9 Mazda 6 $12.700 10 Subaru Forester $12.200 11 Acura TL $12.100 12 Nissan Maxima $12.000 13 Chrysler 300 $12.000 14 Ford Mustang $11,900 15 Audi A4 $11.800 16 Volkswagen Passat $11.600 17 Ford Focus $11.600 18 Chevrolet Impala $11.500 19 Honda Pilot $11.200 20 Mini Cooper $11.200 Os carros mais caros em termos de manutenção requerem, no mínimo, U$11 mil para manter ao longo de 10 anos. Essas estimativas incluem custos caros e pontuais, como uma reconstrução de uma transmissão, que distorcem a média para maior. De acordo com nossos dados, Chrysler Sebring é o mais caro carro de se manter, o que é favoravelmente uma das razões da Chrysler tê-lo renovado em 2010. Importados alemães (como o BMW 328i e o Mercedes-Benz E350) juntamente com muitas marcas de luxo ou carros grandes (como o Audi A4 Quattro) também são bastante caros. Nós agora sabemos quais carros são caixas de dinheiro. Então quais veículos são uma escolha econômica e confiável? Quais carros têm o menor custo de manutenção? Baseado em custo total de manutenção ao longo de dez anos Posição Marca e modelo Custo 1 Toyota Prius $4.300 2 Kia Soul $4.700 3 Toyota Camry $5.200 4 Honda Fit $5.500 5 Toyota Tacoma $5.800 6 Toyota Corolla $5.800 7 Nissan Versa $5.900 8 Toyota Yaris $6.100 9 Scion xB $6.300 10 Kia Optima $6.400 11 Lexus IS250 $6.500 12 Nissan Rogue $6.500 13 Toyota Highlander $6.600 14 Honda Civic $6.600 15 Honda Accord $6.600 16 Volkswagen Jetta $6.800 17 Lexus RX350 $6.900 18 Ford Fusion $7.000 19 Nissan Sentra $7.200 20 Subaru Impreza $7.500 Toyota e outros importados asiáticos são os mais baratos carros para se manter, com o Prius e sua bem conhecida reputação de confiabilidade. Junto com muitos Toyotas, Kia Soul e Honda Fit se aproximam dele na liderança de baixos custos de manutenção. Toyota Tacoma e Highlander estão também na liderança, mesmo que a lista esteja dominada por compactos e sedãs médios. A Toyota se desvia completamente da lista de carros mais caros. Então o que, especificamente, faz algumas marcas mais caras que outras? Algumas marcas têm uma maior incidência de manutenções de rotina. Mas alguns carros tendem à ter os mesmos problemas de novo. Nós procuramos quais marcas têm requerimentos de manutenção que ocorrem frequentemente e inusitadamente para uma marca em particular. Para cada marca e problema, nós comparamos a frequência para a média de todos os carros nos quais já fizemos serviços de manutenção. Problemas comuns e inusitados em carros Baseado em problemas encontrados pela YourMechanic e comparados à média Marca Problema Frequência Mercury Reposição de bomba de combustível 28x Chrysler Reposição de válvula de recirculação de gases 24x Infiniti Reposição do sensor de posição do eixo de comando 21x Cadillac Substituição da junta do coletor de admissão 19x Jaguar Inspeção da Iuz de checamento do motor 19x Pontiac Substituição da junta do coletor de admissão 19x Dodge Reposição de válvula de recirculação de gases 19x Plymouth Inspeção do motor de partida 19x Honda Ajuste da folga da válvula 18x BMW Substituição do regulador de janela 18x Ford Substituição da mangueira da válvula de ventilação do cárter 18x BMW Substituição da polia 18x Chrysler Inspeção de superaquecimento 17x Saturn Substituição do rolamento de roda 17x Oldsmobile Inspeção do motor de partida 17x Mitsubishi Reposição de correia dentada 17x BMW Reposição do tensionador do cinto de segurança 16x Chrysler Reposição do sensor de posição do eixo de comando 16x Jaguar Serviço de bateria 16x Cadillac Vazamento do líquido de refrigeração 16x Jeep Reposição do sensor de posição do eixo de comando 15x Chrysler Substituição da montagem do motor 15x Mercedes-Benz Reposição do sensor de posição do eixo de comando 15x Mercury é a marca que sofreu mais cronicamente de uma falha de projeto. Nesse caso, os carros da Mercury frequentemente tinham problemas na bomba de combustível (a marca foi descontinuada pela Ford em 2011). Nós podemos ver problemas de marca para marca da mesma fabricante. Por exemplo, Dodge e Chrysler, que são parte da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), conglomerado, não conseguem o funcionamento correto de suas válvulas de recirculação de gases. Essas válvulas precisam ser consertadas em uma frequência vinte vezes maior do que a média nacional [!!!]. Mas há um problema que consumidores se importam mais que qualquer outro: quais carros simplesmente não dão partida? Nós respondemos essa questão com a tabela abaixo, que limita a comparação para carros com dez anos de idade ou menos. Marcas de carros mais favoráveis a não dar partida Baseado em serviço pela YourMechanic e comparado à média Posição Marca Frequência 1 Hummer 9x 2 Mercury 6x 3 Chrysler 6x 4 Saturn 5x 5 Dodge 5x 6 Mitsubishi 4x 7 BMW 4x 8 Suzuki 4x 9 Pontiac 4x 10 Buick 4x 11 Land Rover 3x 12 Mercedes-Benz 3x 13 Chevrolet 3x 14 Jeep 3x 15 Ford 3x 16 GMC 3x 17 Acura 3x 18 Cadillac 2x 19 Scion 2x 20 Lincoln 2x 21 Nissan 2x 22 Mazda 2x 23 Volvo 2x 24 Infiniti 2x 25 Kia 2x Embora isso possa ser uma reflexão de diligência de alguns proprietários [nota do editor: será que lá o pessoal coloca óleo de pastelaria nos carros?], tanto quanto a qualidade construtiva desses carros, os resultados dessa lista são muito condenatórios: três das cinco marcas com maiores vendas foram descontinuadas nos últimos anos. Além das marcas já desaparecidas, o segmento de luxo (como Mercedes-Benz, Land Rover e BMW) é representado nessa lista. Notavelmente ausentes são muitas marcas da lista das mais baratas: Toyota, Honda e Hyundai. Mas a marca não revela tudo sobre um carro. Mergulhamos em modelos particulares que não dão partida com a maior frequência. Modelos de carros mais favoráveis em não dar partida Baseado em serviço pela YourMechanic e comparado à média Posição Modelo Frequência 1 Hyundai Tiburon 26x 2 Dodge Caravan 26x 3 Ford F-250 Super Duty 21x 4 Ford Taurus 19x 5 Chrysler PT Cruiser 18x 6 Cadillac DTS 17x 7 Hummer H3 11x 8 Nissan Titan 10x 9 Chrysler Sebring 10x 10 Dodge Ram 1500 10x 11 BMW 325i 9x 12 Mitsubishi Eclipse 9x 13 Dodge Charger 8x 14 Chevrolet Aveo 8x 15 Chevrolet Cobalt 7x 16 Mazda MX-5 Miata 7x 17 Mercedes-Benz ML350 6x 18 Chevrolet HHR 6x 19 Mitsubishi Galant 6x 20 Volvo S40 6x 21 BMW X3 6x 22 Pontiac G6 6x 23 Dodge Caliber 6x 24 Nissan Pathfinder 6x 25 Saturn Ion 6x Os piores carros tiveram uma frequência de não dar partida vinte e seis vezes maior que a média, talvez explicando por que alguns desses modelos saíram de linha: o Hyundai Tiburon, Hummer H3 e Chrysler Sebring (todos na lista) foram descontinuados. Alguns modelos de luxo também fazem parte da lista vergonhosa, incluindo BMW e vários modelos Mercedes-Benz. Enquanto os carros existirem, os americanos consideraram a propriedade do carro e as questões de custo e confiabilidade. Estes dados revelam quais empresas estão à altura de sua reputação de confiabilidade (Toyota), que marcas sacrificam a confiabilidade para o prestígio (BMW e Mercedes-Benz) e quais modelos mereceram ser descontinuados (o Hummer 3). Ainda assim, a manutenção do carro é muito mais do que o custo médio. Fatores como a forma como um carro é mantido, a frequência com que é conduzido, onde é conduzido e como é conduzido afetam todos os custos de manutenção. Sua milhagem pode variar. E você, o que achou? Deixe sua opinião abaixo! O link original pode ser visto aqui.
  12. É verdade, enquanto na Europa e América do Norte os carros da marca são mais baratos ou próximos de preço que os concorrentes quando novos, aqui é diferente...
  13. Esses caras das redes da Volvo estão ficando malucos. Nem se comprar as peças importadas por conta própria pagando todas as taxas e levar numa oficina especializada que deve ficar nesse preço. Eles fizeram o que no carro?
  14. Subaru.
  15. Verdade, só você comparar o Cobalt deles (que mesmo assim é bem rústico, foi o antecessor do Cruze) com o nosso (apesar do porte próximo, está em outra categoria)... acho bacana também o Impala (o SS com o V8 deve ser um espetáculo, que foi vendido até certo tempo). O Equinox, vale lembrar, já existia nos EUA desde 2004, como um utilitário médio, agora, nesse lançamento, ficando como compacto (usando o padrão do EPA).