MIS

News
  • Total de itens

    4.539
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    67

MIS last won the day on April 22

MIS had the most liked content!

Sobre MIS

  • Rank
    Jeremy Clarkson
  • Data de Nascimento 28-04-1974

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Local
    São Paulo/SP

Seu Carro

  • Fabricante
    VW
  • Modelo
    Fox
  • Versão
    Prime
  • Cor
    Prata
  • Ano/Modelo
    2011/2012
  1. Crash test do Fiat Argo: Fiat Argo camuflado se envolve em acidente em Minas Gerais - http://caranddriverbrasil.uol.com.br/noticias/pre-estreia/fiat-argo-camuflado-se-envolve-em-acidente-em-minas-gerais/12652
  2. BMW prevê fim do câmbio manual e das caixas de dupla embreagem - http://carplace.uol.com.br/bmw-preve-fim-do-cambio-manual-e-das-caixas-de-dupla-embreagem/ Preferência dos consumidores mais puristas, as tradicionais transmissões manuais e os modernos câmbios de dupla embreagem não deverão durar muito tempo no mercado. Em entrevista concedida à revista australiana The Drive, o chefão da divisão M da BMW, Peter Quintus, confessou apostar no fim destas mecânicas em um futuro não muito distante, e no avanço das caixas automáticas convencionais como novo padrão para os próximos anos. Na visão de Quintus, as chamadas DCTs estão perdendo vantagem e já não apresentam mais tantos benefícios quanto antes. “A vantagem das trocas de marchas mais rápidas desapareceu à medida que as transmissões automáticas ficaram melhores e mais inteligentes”, disse. Atualmente há câmbios com 9 e até 10 marchas, com funcionamento tão ou até mais rápido que as automatizadas. “É mais uma questão de quanto tempo a DCT tem de vida. Quanto tempo vai durar?”, indagou. Quintus acredita que as caixas de dupla embreagem devem seguir em oferta por mais seis ou sete anos e que depois disso a indústria fará um retorno às transmissões convencionais com conversor de torque. O mesmo vale para as manuais, que apresentam problemas de durabilidade dependendo da potência do motor. “O limite é na casa dos 450 cv e pouco mais de 60 kgfm de torque”, afirmou. “Na verdade, nem tenho certeza de que os próximos M3 e M4 terão opção de câmbio manual”, finalizou.
  3. Como não confio em carro francês, eu não considerei os Peugeot e Citroen. Fiat idem. O Punto morreu e seu substituto será o Argo. Foi como se nem existissem na face da Terra. 1- Qual é mais bonito por fora? HB20 e Fiesta. A versão Sport (SEL Style agora?) ficou mais bonita que a R-spec 2- Qual é mais bonito por dentro? Gol. 3- Qual anda mais? (gasolina) HB20. 4- Qual é mais confortável? (espaço para passageiros traseiros e dianteiros, suspensão, acabamento, couro preferível do que tecido) VW são mais duros, você sentirá mais as imperfeições do nosso piso. 5- Qual tem mais tecnologia? (velocímetro digital, ar-condicionado digital, multimídia, eletrização de vidros e retrovisores, controle de tração e estabilidade) O Fiesta vem com controle de tração e estabilidade. Os outros, não. 6- Qual tem menos desvalorização? (pretendo vender em 3 ou 4 anos) Ônix. 7- Qual tem menor custo de revisão, manutenção e peças? Eu acredito que todos estejam no mesmo patamar. Em 3 ou 4 anos, em "CNTP", nenhum precisará sair da manutenção básica (Óleo, filtros, fluído de freio, velas, etc).
  4. GM Cruze terá motor 1.5 Turbo e câmbio AT9 marchas - 2018 - http://www.car.blog.br/2017/04/gm-cruze-tera-motor-15-turbo-e-cambio.html A Chevrolet do Brasil prepara uma atualização mecânica para o seu modelo médio Cruze, a qual chegará ao mercado provavelmente em 2018, já como linha 2019. A novidade é a substituição do motor quatro cilindros 1.4 Turbo Ecotec atual pelo motor 1.5 Turbo de 170 cavalos @ 5.600 RPM e 28 Kgfm de torque @ 2.000-4000 RPM que equipa as versões de acesso do SUV médio Equinox, o qual compartilha a plataforma do Cruze. No caso do Equinox, atualmente esse motor 1.5 Turbo está associado com um câmbio automático de 6 marchas, enquanto o modelo topo de linha usa um 2.0 Turbo com transmissão automática de 9 marchas. Entretanto, no caso do Cruze, esse câmbio de 9 marchas estará associado com o motor 1.5 Turbo. O câmbio de 9 marchas da GM é uma unidade bem mais moderna que o atual de seis marchas, e sua adoção melhorará ainda mais o desempenho, sem implicar em aumento de consumo, já que a maior quantidade de relações permite manter o motor em rotações de maior eficiência - dentro da faixa de torque máximo. A alteração mecânica será aplicada tanto ao sedã quanto ao modelo hatch, Sport6.
  5. Já está tão desvalorizado que acho que não há risco do manual virar King kong.
  6. Até o chefão gostou!
  7. Novo Honda Civic Si 2017 estreia com motor 1.5 turbo de 207 cv - http://carplace.uol.com.br/novo-honda-civic-si-2017-estreia-com-motor-1-5-turbo-de-207-cv/ Apresentado ainda como conceito no Salão de Los Angeles, em outubro do ano passado, o Honda Civic Si enfim teve todos os detalhes revelados. Disponível nas variações sedã e cupê, o esportivo chega com motor 1.5 turbo de 207 cv para ficar posicionado entre o modelo Touring e o nervoso Type R. Conforme antecipado, o Si substitui o motor aspirado 2.4 litros de 206 cv e 23,9 kgfm de torque pelo 1.5 turbo com 207 cv e 26,5 kgfm associado ao câmbio manual de seis marchas com relações mais próximas. Havia expectativa de que o modelo viesse com mais potência, mas a Honda enfatiza que o propulsor atual é bem mais eficiente – sem contar o torque bem superior proporcionado pelo turbo. Comparado com o motor anterior, o 1.5 atinge o pico de potência 1.300 rpm mais cedo. O torque máximo chega com 2.300 rpm a menos que no antecessor. Mais importante, ele está disponível entre 2.100 rpm e 5.000 rpm – cobrindo 70% da faixa de rotação do motor. Mais leve e mais rígido que o modelo da geração anterior, o novo Civic Si possui ainda direção elétrica, suspensão com acerto esportivo, amortecedores adaptativos, molas mais duras, discos de freios dianteiros com 12,3″, pneus 235/40 R18 e diferencial de deslizamento limitado, entre outras melhorias. Na cabine, destaque para o acabamento que mescla preto com vermelho e bancos esportivos exclusivos desta versão. Não faltam costuras vermelhas nos assentos para contrastar, além de pedais esportivos de alumínio e aplique em carbono metalizado no painel. Em termos de equipamentos, o novo Civic Si possui de série tela de 7″ com Apple CarPlay e Android Auto, bancos com aquecimento e partida sem chave, entre outros itens. Ainda sem preços divulgados (espera-se algo na faixa de US$ 25 mil), o novo Civic Si se renova para encarar seus tradicionais rivais: Volkswagen Golf GTi e Ford Focus ST. Eles estão na mesma faixa de preço, porém, entregam mais potência e torque.
  8. Volkswagen Golf GTI 2018 é flagrado por leitor - http://www.autossegredos.com.br/segredos/volkswagen-golf-gti-2018-e-flagrado-por-leitor/ O leitor Matheus Moraes flagrou o Volkswagen Golf GTI 2018 e o Golf 1.0 TSI 2018 sem camuflagem. O modelo ganhará retoques visuais na dianteira e traseira, além do interior remodelado. O hatch médio reestilizado será lançado ainda no primeiro semestre. Motores O Volkswagen Golf 2018 dará adeus a motorização 1.6 MSI. O hatch médio será comercializado somente com os motores 1.0 TSI, 1.4 TSI e 2.0 TSI. Visual Na dianteira as mudanças foram tímidas e se restringem basicamente ao novo para-choque que ganhou novas entradas de ar inferior em maior tamanho. Os faróis contam com luzes 100% de LED. Na traseira somente o para-choque ganhou novo desenho e as lanternas passam a contar com luzes LED. Completando o visual, o Golf ganhou no mercado europeu novas opções de rodas que devem fazer parte do catálogo para o modelo nacional. Interior O Golf 2018 recebeu novo painel digital, com todos os instrumentos em uma tela configurável. Por aqui, o painel deve ser ofertado nas versões mais caras, assim, como a nova central multimídia de 9,2 polegadas, cujas funções podem ser acessadas por gestos. Versões Na linha 2018 o Golf manterá a mesma oferta de versões atuais. A versão Comforline passará a ser equipada somente com o motor 1.0 TSI. O propulsor rende potência de 116 cv a 5.500 rpm com gasolina no tanque e 125 cv a 5.500 rpm quando abastecido com etanol. Já o torque é de 20,4 kgfm a 2.000 e 3.500 rpm não importando o tipo de combustível. A versão Highline vem equipada com o motor 1.4 TSI Flex rende 150cv de potência a 4.500 rpm e o torque é de 25,5kgfm a 1.500 rpm. Os câmbios são o manual de seis velocidades e automático Tiptronic de seis velocidades. Já a opção GTI é equipada como motor 2.0 TSI que rende 220cv de potência a 4.500rpm e 35,7kgfm de torque a 1.500rpm. Nesta versão o câmbio é automatizado de dupla embreagem DSG de seis velocidades.
  9. Novo Ford EcoSport deve aposentar o câmbio Powershift - http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/novo-ford-ecosport-aposenta-cambio-powershift-mas-mantem-estepe-externo/
  10. Fiat Argo: tudo sobre o hatch que começa a ser vendido em maio Nome oficial foi divulgado em desfile (camuflado) por São Paulo. Ele aposenta Palio e Punto e custará entre R$ 45.000 e R$ 60.000 http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/argo-saiba-mais-sobre-o-hatch-da-fiat-que-chega-em-maio/ – (Silvio Gioia/Quatro Rodas) Argo é o nome do mais novo carro da Fiat, que será lançado no final de maio, no Brasil. O hatch compacto, quase médio, com cerca de 2,50 m de distancia entre eixos, tem a missão de ocupar o lugar de Palio e Punto, de uma vez só. O nome do modelo estava guardado a sete chaves até hoje de manhã, quando a Fiat decidiu acabar com o mistério de uma forma que chamasse a atenção do lançamento. – (Silvio Gioia/Quatro Rodas) O plano era rodar com o carro camuflado pelas principais ruas e avenidas das principais capitais do país, deixando que o nome fosse descoberto, sem revelar o design do modelo. Curiosos e caçadores de segredos de plantão, cuidariam de divulgar o “flagrante”. – (Silvio Gioia/Quatro Rodas) Para que tudo saísse como planejado, na noite de ontem, as redações de alguns veículos de comunicação foram avisados que o carro rodaria pela cidade, embora sem precisar os locais por onde o modelo passaria, para não estragar o clima da caçada ao segredo. – (Silvio Gioia/Quatro Rodas) Depois de tentar descobrir de onde o modelo partiria e que roteiro faria, nós também mandamos nosso fotógrafo atrás do carro. Ao fazer seus planos, porém, a Fiat esqueceu de combinar com os funcionários da fábrica, que antes das 8h00 já anunciavam o nome do novo carro pelas redes sociais. Hatch era conhecido até então pelo código X6H (reprodução/Fiat) O Argo é baseado no Fiat Tipo europeu, que usa a plataforma do Jeep Renegade. Mas, embora essa plataforma esteja disponível no Brasil, há informações que dão conta de que o Tipo fabricado aqui teria uma outra base, dez centímetros mais curta. Como a Fiat só revelou o nome até agora, essa informação só poderá ser confirmada em maio. Além da plataforma, há outras características do carro que nós já antecipamos em outras ocasiões, no entanto, como as versões e motorizações oferecidas. – (Silvio Gioia/Quatro Rodas) Com a missão de substituir dois modelos, o Argo, que até agora era chamado pelo nome do projeto, X6H, terá uma gama abrangente: a versão de entrada Attractive terá motor 1.0 Firefly de três cilindros, com 77 cv, e 1.3 Firefly de quatro cilindros e 109 cv, com transmissão manual e automatizada Dualogic. Na sequência vêm as versões Essence e Sporting com o motor 1.8 E. TorQ Evo de 139 cv, com transmissão manual ou automática de seis marchas. Entre os equipamentos, pode-se esperar central multimídia, sistema start-stop e controle de estabilidade, entre outros. – (Silvio Gioia/Quatro Rodas) Os preços das diferentes versões também ocuparão uma ampla faixa de mercado, que hoje é ocupada por Palio e Punto, ou seja: entre R$ 45.000 e R$ 60.000. Durante a perseguição atrás do Argo, ocorreu um fato curioso; em um dos pontos onde havia possibilidade de flagrar o carro, nosso fotógrafo relatou a passagem de diversos modelos da concorrência (VW), com placas verdes de fábrica. Segundo ele, várias unidades do recém-lançado Up e também da Saveiro passaram por ele como que dando voltas no roteiro usado pela Fiat.
  11. Novo Ford Focus 2018 de nova geração chega este ano - http://www.car.blog.br/2017/04/novo-ford-focus-2018-de-nova-geracao.html A Ford do Brasil lançará a nova geração do hatch médio Focus quase que simultaneamente na Europa e Brasil - por aqui chegando no final de 2017, segundo a Revista Quatro Rodas Trata-se da quarta geração do hatch que muda bastante em relação ao modelo atual, perdendo a grande do tipo "Aston Martin", e ganhando um capô com mais vincos. A lateral terá formas mais musculosas e a traseira ostenta lanternas em formato horizontalizado. E ele ficará maior, tanto em termos de comprimento quanto de distância entre-eixos, melhorando significativamente seu espaço interno. O Focus ganha nova central SYNC3 com reconhecimento de voz aprimorado e recursos como alerta de mudança de faixa involuntária, faróis de full-LED. O interior foi todo redesenhado, e está com um visual menos poluído e mais sóbrio, com menos botões e operação mais simples A oferta de motores no Brasil será composta do três cilindros Dragon 1.5 no lugar do Sigma 1.6 Flex, mas na Europa o hatch terá apenas motores EcoBoost. A transmissão automática passa a ser uma caixa de conversor de torque de seis marchas, no lugar a polêmica Powershift. Com informações: Quatro Rodas - Projeções: [Auto Bild]
  12. Fiat Argo: este é o nome do novo hatch que substitui Punto e Bravo - http://carplace.uol.com.br/fiat-argo-e-o-nome-definitivo-do-fiat-x6h/
  13. Naõ, fizeram uma limpa nas versões. Aquelas White/Red/Black também não existem mais. Pior é ver um simples Up! chegar a 57k!.
  14. BMW APRESENTA SÉRIE 5 G30 NO BRASIL - http://www.autoentusiastas.com.br/2017/04/bmw-apresenta-serie-5-g30-no-brasil/