Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 24-05-2017 in all areas

  1. 7 points
    marcio.k

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Boa tarde caros, Gostaria de deixar alguns comentários a respeito dos PSEUDOS “SUVs” compactos, do que nosso companheiro comentou: Vejamos, Honda HR_V - utiliza plataforma do Fit (um hibrido de hatch com minivan), suspensão dianteira Mcpherson e suspensão traseira por barra de torção (utilizado para baratear os componentes e por esta razão utilizado em plataformas de automóveis compactos e baratos), diferencial principal freios traseiros a disco que são mais eficientes. Hyundai Creta - Lançado no salão de Pequim de 2014 e posteriormente lançado na India e Rússia, utiliza plataforma básica do elantra de gerações posteriores (ao que consta a mesma do HB20) por esta razão é um projeto dito global, mas apenas para mercados emergentes, suspensão dianteira Mcpherson e suspensão traseira por barra de torção (utilizado para baratear os componentes e por esta razão utilizado em plataformas de automóveis compactos e baratos), utiliza freios a tambor na traseira. Uma demonstração clara de que se trata de um projeto para países emergentes é o acabamento das portas e porta malas inteiriço em plástico afim de baratear custos e projeto. Renault Captur/Duster - Estes sim projetos apenas para mercados emergentes principalmente do Duster que foi criado pela Dacia (divisão romena da Renault) utiliza plataforma chamada B0 (que atende também ao Sandero e Logan de origem romena “Dacia”) suspensão dianteira Mcpherson e suspensão traseira por barra de torção (utilizado para baratear os componentes e por esta razão utilizado em plataformas de automóveis compactos e baratos), utiliza freios a tambor na traseira. PS: Observem que o Captur francês não tem nada a ver com o que foi lançado no Brasil e Rússia pois os mesmos partilham de mesmo projeto, enquanto o projeto francês utiliza de uma nova plataforma do Clio atual, mais moderna, robusta e cara que por esta razão não foi utilizado em países emergentes Nissan Kicks - utiliza plataforma V para carros compactos (March e Versa), suspensão dianteira Mcpherson e suspensão traseira por barra de torção (utilizado para baratear os componentes e por esta razão utilizado em plataformas de automóveis compactos e baratos), utiliza freios a tambor na traseira. Ao que tudo indica o Kicks será um projeto global, inclusive será comercializado em países de 1º mundo, veja ao que tudo indica, por informações de jornalistas especializados. Jeep Renegade - Este sim utiliza plataforma própria, tanto que esta mesma plataforma deu origem a mais dois utilitários (Compass e Toro), suspensão dianteira Mcpherson e suspensão traseira, ai sim indica um cuidado e podemos chamar até de SUV, pois possui suspensão independente do tipo Multilink freios traseiros a disco que são mais eficientes, estrutura dinâmica reforçada, tanto que é o único a utilizar motor a diesel e tração 4x4 em suas versões mais caras e até mesmo o acabamento interno demonstra esmero e cuidado sendo um dos mais bem acabado carros fabricados no Brasil, mas isto trás problemas que é exatamente o peso elevado de sua plataforma. Sem contar que o Renegade foi desenhado e desenvolvido nos EUA pela FCA e seu lançamento se deu primeiramente em países ditos de primeiro mundo (EUA e Europa) no Brasil foi necessário a construação de uma fábrica em Pernambuco, pois a estrutura da FCA em Minas não comportaria estas novas tecnologias que a plataforma necessita, tanto que desta unidade fabril saem o Renegade, Compass e Toro. http://jornaldocarro.estadao.com.br/onboard/por-que-odiamos-suvs-e-voce-nao/ http://jornaldocarro.estadao.com.br/primeira-classe/por-que-os-suvs-sao-o-melhor-negocio-para-montadoras/
  2. 5 points
    mgr

    Vw Polo Comfortline Sedan - 2.0 8V Mi Flex - 2012 Preto

    Fala pessoal, depois de 2 ótimos anos com meu ex-Polo Hatch, e como a Família aumentou vendi o Hatch (foi pra Uberlândia) e achei outro Polo, dessa vez um Sedan do jeito que eu procurava: Algumas fotos do anúncio: Acharam o anuncio desse carro e me enviaram por mensagem, o carro estava no interior de SP em Espírito Santos do Pinhal em uma loja, nunca tinha ouvido falar nessa cidade e tenho desconfiança de loja, mas como o mundo é pequeno e cheio das coincidências, eu descobri dois amigos que moram lá e me recomendaram a loja dai então fui conhecer o carro em um sábado e deu negócio estava realmente muito bom e tinha procedência, carro segurado, com todas as revisões em CSS da região, puxei Laudo Dekra por conta etc. Bom esse tem tudo que o outro Polo tinha (todos os manuais, chave reserva, A/C (neste é digital), DH (neste é eletro-hidráulica), trio com vidros elétricos nas 4, desembaçador, banco motorista com regulagem altura, abertura interna da tampa combustível, função pisca 3, rodas de liga leve aro 15, faróis de neblina dianteiros (mas não tem luiz de neblina traseira, no lugar dela tem 2 luzes de ré), desembaçador traseiro, sensor de ré original com aviso sonoro, função tilt-down do espelho retrovisor direito, chave canivete, E de extra esse tem; - Motor 2.0 8v flex, de 120 cavalos (A) - Freio a disco nas 4 rodas - Som VW RD5 original, CD / USB / SD / bluetooth - Volante com Regulagem, em altura e profundidade; - Computador de bordo (no outro fazia falta) - Cruise control (também conhecido como speed control ou autocruise) - PA4 TETO SOLAR - PH2 PAC MODULO TECNOLOGICO II PR"S DESCRICAO ---- ---------------------------------------- 4L6 ESPELHO RETROVISOR INTERNO ANTIOFUSCANTE AUTOMATICO 8N6 TEMPORIZADOR DO LIMPADOR DO PARA-BRISA, COM SENSOR DE LUZ/CHUVA + Fotos: É isso amigos... Rodei pouco até agora, mas já deu para ver que vou curtir um bocado e ficar muitos anos com ele.. Procurava os 2.0 pois os mesmos tem a relação de câmbio mais longa que casam muito bem com esse motor torcudo.. to curtindo d+ Consumo KM/L na gasolina: 10/15 = cidade/estrada com A/C parcial. Abraços T+
  3. 5 points
    Bill

    VW Up! TSI 2018

    Da escolha: Há pouco mais de 1 mês perdi um carro que foi um divisor de águas na minha vida de entusiasta. Fechado burramente por alguém que convertia da faixa esquerda para uma rua à direita, sem seta nem nada, bati com um Golf Highline 2015/15 TSI DSG7 e o seguro determinou PT. Fiquei triste mas sabia que pra comprar outro teria que desembolsar muita grana e não teria o mesmo produto. Comecei a olhar carros de todos os segmentos até 100 mil. Alguns me agradaram, outros eu nem cogitaria comprar, mas no final das contas não usei nenhum que realmente me agradasse como o Golf ou que valesse a pena pelo custo benefício. Carro no Brasil está caro, muito caro. Um dia, levava minha mãe a uma consulta médica e na volta decidi dar uma parada em uma concessionária da Volkswagen - para olhar um Up! TSI. Eu nem sabia sobre o novo modelo pois estava meio por fora, mas com o convite do vendedor preferi conferir o modelo novo. Gostei do que vi, melhoras consideráveis em relação ao modelo anterior - tudo estético, mas melhor. O excelente vendedor decidiu então me levar pra dar uma volta no carrinho - e que volta! Como havia sido treinado recentemente pela VW, o vendedor me mostrou todo o comportamento dinâmico do carro, com frenagem de emergência, rolamento nas curvas, retomadas, solo digno de superfície lunar, o pacote completo. Fiquei impressionado no banco do carona, enquanto minha mãe estava de olhos arregalados atrás. Na minha vez de dirigir, só pude comprovar tudo aquilo que havia sentido no carona, com a emoção de estar guiando eu mesmo. Me vendeu o carro quase que na hora, mesmo que sem saber. Pude conferir todos os concorrentes, diretos e indiretos. Fiz test drive em alguns, outros já não gostei do acabamento, o Onix eu nem considerei por conta da motorização e insegurança, 208 eu até consideraria se não fosse um Peugeot, e por aí vai. Nada me tirou o pequeno Up! da cabeça. No final da semana, dei um sinal para reservar o carro na semana seguinte - eles tinham o exato modelo que queria em estoque na CSS. Consegui negociar muita coisa e no final, acho que peguei num preço justo a versão Connect com teto em preto ninja, a de lançamento do modelo. Do veículo: Embora não tenha percorrido uma longa distancia com o Up!, acho que nos 330 km feitos até o momento, tenho condições de colocar algumas idéias sobre o que acho do carrinho. A primeira coisa que surpreende no Up! é que embora externamente pequeno, o espaço interno é muito bem aproveitado, sendo possível “sentar atrás de mim mesmo” com bom espaço para os joelhos. O bagageiro é grande para o tamanho do carro, e competente para viagens a 2 tranqüilamente, mesmo que de mala grande. As melhorias visuais do modelo 2018 para os anteriores é significativa, pelo menos ao meu ver. A faixa vermelha na frente, o teto e tampa do porta-malas em preto, a nova lanterna, o interior renovado e as novas rodas fizeram uma grande diferença. Como visual é algo individual, deixo as fotos para julgarem o que acham. Internamente, a versão Connect se diferencia pelo teto e colunas em preto, bem como o restante do acabamento do carro, e já inclui o sistema Composition Phone, a nova multimídia do Up!. Além de bastante intuitiva, com uma conexão muito simples com o celular, existe uma melhoria visual, com tela de alta resolução e colorida. De acessórios tecnológicos, adiciona-se também um sensor de ré com feedback colorido na própria multimidia, bem como tilt-down do retrovisor. Sensor crepuscular e de chuva só no High e Cross. A iluminação interna de todo o painel é feita em branco e vermelho, fica bem legal a noite. Adicionaram um led de fora a fora no painel que dá um visual bem legal. O problema é ainda não ter iluminação dos controles nas portas. O novo volante, com jeito de Golf (mas com couro de qualidade inferior), conta com botões para controle do computador de bordo e som, o que achei muito legal. A parte do painel de instrumentos também é bem visível e com um acabamento mais similar ao Golf (computador de bordo em preto e branco, bem nítido, não mais aquele laranja). Os bancos possuem uma densidade de espuma muito boa, que transmite conforto e firmeza ao condutor e ocupantes, e possuem um desenho diferenciado e tecido de qualidade razoável. O que falta é um ajuste lombar e abas laterais que segurem o corpo nas curvas. Fiquei agarrado em trânsito a semana toda e não senti nenhum tipo de desgaste físico. Um problema em relação ao banco traseiro é que este não é dividido e só é rebatido inteiro - uma falha grave pra mim, que as vezes transporto itens compridos. No geral, no que se refere à qualidade de montagem, o Up! parece muito bem feito. A dupla vedação das portas e o fechamento de som seco me lembrou um pouco do Golf. É um teste que faço com carros - quando bate igual lata é porque geralmente tem uma qualidade inferior. Outro bom sinal é o bom isolamento acústico. Pra começar a falar do comportamento do veículo, vamos ao que tem de melhor a oferecer: o motor 1.0 TSI de 3 cilindros. O desempenho do motor é incrível, e faz o pequeno Up! embalar como um foguetinho. Existe sim um lag até cerca de 2000 rpm, mas daí em diante o motor embala muito bem. Muitos podem até não gostar, mas achei o barulho do 3 cilindros simplesmente lindo - é como um 4 cilindros rouco e mais grave. Um outro excelente componente do veículo é a transmissão manual de 5 marchas, de engates curtos e precisos, mas com relações mais longas que priorizam o consumo eficiente. Na verdade, funciona como um 4 marchas mais quinta em overdrive. No dia a dia as relações mais longas evitam a troca de marchas a todo instante. Um câmbio de 6 marchas conseguiria extrair um pouco mais de performance do carrinho, mas o tornaria menos confortável - é um toma lá, dá cá, mas acho que gostaria das 6 marchas com relação mais curta, afinal sou entusiasta. A impressão que fica do conjunto motor e transmissão é que o Up! tem fôlego a qualquer instante. Realmente surpreende a qualidade do conjunto. Mais interessante ainda, é ver que quando se anda de forma normal, o consumo é muito baixo, até melhor do que de outros 1.0 que já usei. Fiz um trajeto de 55 km, num misto de 70% cidade e 30% estrada, onde atingi uma média de 20 km/l na gasolina. Na cidade, a média fica quase que sempre acima de 14 km/l. Obviamente não saio correndo como um tarado no carro novo. A direção de assistência elétrica muito boa, bem diretinha, mas que filtra um pouco do que se recebe do solo. Em termos de segurança é bom, pois mantém o volante no lugar sem esforços ao passar por solos lunares. O volante de boa pegada ajuda na sensação de prazer ao guiar. No que condiz ao chão, o Up! tem um conjunto de suspensão ligeiramente mais rígido que concorrentes, mas que é infinitamente mais confortável na cidade que meu finado Golf, ou o Mini Cooper S da namorada. Existe um rolamento de carroceria nas curvas, mas provavelmente por culpa do design estreito e alto, com alto centro de gravidade, e não da suspensão. Em termos de freios, o Up! parece competente, mas só pude testar/comprovar de verdade durante o test drive. Ainda sem altas emoções na vida útil do meu! O sistema de ABS com EBD pareceu bastante eficiente para manter o carro na mão e ainda frear de forma eficiente. O Up! realmente é compacto. Na foto, com a traseira alinhada ao fundo de uma vaga para carros médios. No final, posso dizer apenas que estou muito feliz com a minha escolha. O Up! me surpreendeu positivamente em vários aspectos, e pude aceitar sair do Golf um pouco melhor do que com um SUV da moda (que cheguei a considerar). Valeu! Desculpe pelo texto enorme, e parabéns pra quem leu tudo. Se necessário, mais fotos em breve!
  4. 5 points
    Galera, peguei ontem o meu carro Toyota Corolla 2017/2018. Instalei Central Multimídia dá Pioneer, câmera de ré orbe, frisos laterais, soleiras em aço escovado insufilm antivandalismo nos vidros laterais e insufilm normal no vidro traseiro e parabrisas. Troquei também as rodas. Tentei compartilhar fotos com vocês mas está dando erro quando adiciono . Se tiverem dicas de como posso compartilhar fotos me avisem. Gastos com central Multimídia $ 2.300 Instalação + câmera de ré + insufilm + frisos laterais + soleiras $ 1.300 Rodas montadas com bicos parafusos e balanceamento $ 1.600. Total gasto $ 5.200 mas ficou maravilhoso para o meu gosto. ABS e sucesso aos amigo
  5. 4 points
    Depois de muitas idecisoes e troca de escolha, tinha me descidido pelo creta a um mes +/- ai lançou o kicks e todo mundo flando dele ai surgiu novamente a semente da duvida, fui na feira Reatch na imigrantes SP e lá estava exposto os dois versão pcd a poucos metros de distancia, fui de um a outro umas 10x no minimo e fiz teste drive nos dois,e minha opnião, o kicks apesar de ter um modelo mais arrojado por fora não o faz tão mais bonito que o creta, por dentro achei o acabamento do creta mais bonito que o kicks (versao PCD), o conjunto cvt 114cv do kicks eh show mas o 130cv at6 do creta não fica para traz, e uma coisa que foi primordial eh que por dentro e por fora nos dois da para perceber que o creta é mais carro por ter sido construido em plataforma de medio ao inves de compacto conforme o kicks, claro que por isso ele pesa 200k a mais e seus 15cv a mais de potencia não consegue deixar o kicks para traz e seu consumo provavelmente seja maior tbm, ai ver aquelas calotas do kicks e não ter piloto automatico só desceu minhas expectativas no kicks, mas aconselho a quem tiver na duvida olhar bem os dois modelos, no nosso caso vamos de creta mesmo, achamos o kicks apesar de mais arrojado e provavelmente mais economico, não tem tanta imponencia como o creta que aparenta ser um suv compacto mesmo e ter mais conforto tbm por sua plataforma, mas claro que o kicks tbm eh um boa pedida, ai vai do peso do que é importante para cada um, vacilei por não ter tirado umas fotos dos dois e postado aki para ajudar, mas fica ai minha opnião.
  6. 4 points
    Também acho que o Kicks tem um design muito melhor que o Creta. O Creta foi lançado na China em agosto de 2014, enquanto o projeto do Kicks é do ano passado encomendado para as Olimpíadas do Rio. No entanto, os dois perderam muito com a retirada das rodas 17, mesmo o Creta tendo rodas de liga leve aro 16 (na minha opinião, elas não combinaram com o carro). Tanto o Kicks quanto o Creta para PCD ficaram muito longe das suas versões ditas "top de linha", principalmente, externamente, pela falta das rodas de liga leve aro 17 e os faróis de neblina. Tomara que o mercado paralelo (porque nas concessionárias os preços são abusivos) lance logo os acessórios que faltam para que possamos deixar esses carros mais parecidos com suas versões normais. Ainda assim, acho que Kicks, Creta e , inclusive, o Renegade (para quem não tem necessidade de porta-malas grande) são as melhores opções entre os carros mais altos. Todos tem suas vantagens e desvantagens. É questão de gosto pessoal e necessidade. Qualquer que seja a escolha estaremos bem servidos. Ramoil.
  7. 4 points
    Leonardo_fre

    Fiat Argo 2018

    É, argo deu errado. (p*ta piadinha sem graça)
  8. 4 points
    Não sei até onde vai ter um belo lucro... Levando-se em consideração que pagamos 54 k no Corolla pelado e que tenhamos que desembolsar de 6 a 8 k em acessórios (farol de neblina, sensor de estacionamento, central multimídia, rodas de liga, banco de couro, etc) para deixa-lo em um nível aceitável, no fim das contas, o carro vai ter custado uns 62k... Vendendo o carro após 2 anos por 65k, sendo muuuuito otimista, praticamente empatamos o dinheiro investido! O Corolla é uma das minhas opções pra pegar no meio do ano agora (aliás é a 1 opção), mas vendo relatos de amigos aqui, voou dar uma passada na Peugeot pra ver de perto o 408 e o 307. Numa dessas, compro o 408 que já vem completo e só tenho o trabalho de colocar uma multimídia! Aliás, vendo alguns vídeos do carro no youtube, acho que a posição pra colocação de multimídia no 408, fica um pouco baixa... alguém que tenha o 408 e colocou multimídia confirma isso?!
  9. 4 points
    Atm

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Para quem quer acompanhar a liberação da carta de isenção de IPI na RF além do COMPROT (que demora a atualizar) temos o ECAC que mostra o passo-a-passo da análise de forma mais detalhada (na opção "Histórico do Processo"), quando estiver na "Atividade" de "Realizar Ciência" quer dizer que já está disponível a retirada da carta.
  10. 3 points
    MIS

    a 'volta' da Kombi ?

    Vai vender Hot Dog gourmet.
  11. 3 points
    PHAER

    Dúvidas de um novo motorista

    O Gersinho já respondeu quase tudo, e eu só adicionaria o seguinte: 1 - essa história só pode ser relacionada a perdas por evaporação. Honestamente, se isso acontecer deve ser num nível tão pequeno que nem vale esquentar a cabeça! 6 - Na ponta do lápis, para consumo, vale a pena desligar sim. Veja que os carros mais novos tem saído com start-stop, que desliga o motor até mesmo em pequenas paradas no semáforo! Mas, sinceramente, se estiver fazendo calor ou for um lugar não muito seguro, eu pessoalmente pago o custo de alguns mililitros de combustível pelo conforto e segurança. Um carro 1.0 não vai gastar mais de 1,5 litros por HORA ligado na marcha lenta. 5 minutos com o carro parado mal dá 50 centavos convertidos! Eu pago sem problema.
  12. 3 points
    Tonraiox

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Galera fui buscar meu 408 e em conversa com minha vendedora ela me mostrou a nova versão do 308, sem teto, multimídia, dois aí bags, rodas 16 igual à do 408... enfim... será o 308 com a mesma configuração do 408! Além disso o 308 e 408 Allure não estarão mais a venda ao público, agora só chama busines é somente para pcd! To satisfeito com 408!
  13. 3 points
    Pessoal, Acho esta discussão super válida, mas que carro que não tem seus defeitos? Provavelmente somente carros a partir de R$ 150.000,00, mas aí o "defeito" seria o valor do seguro, manutenção, etc. E cada carro atende a necessidade de cada um. Não adianta você dizer por exemplo para alguém adquirir o Corolla e a pessoa ter problema de coluna/costas e precisar se curvar no momento de entrar e sair do carro. Não adianta convencer alguém com 3 filhos e que faça viagem todo mês a comprar o Renegade, e por aí vai, podia dar exemplos ao infinito. Com relação aos pseudo-suvs, obviamente que cada um peca em algum ponto, e dentro das opções PCD ainda mais. Pra minha realidade por exemplo, descartei o 2008 (achei muito apertado), o Ecosport (devido ao câmbio Powershift), Renegade (porta malas pequeno e motor antigo ainda), Corolla (pego estrada de terra bem ruim ao menos uma vez ao mês e acho o painel muito retrô), Duster (acho a ergonomia ruim), 308 (preço do seguro e revisões) e fiquei entre Kicks e Creta, sendo que muito provavelmente optarei pelo segundo por dezenas de pequenos detalhes que a Nissan acaba perdendo (rodas de aço, parachoque sem pintura, falta de piloto automático, falta de descança braço, falta de porta óculos, espaço interno, tanque pequeno de 41 litros, revisões até 60.000km se não optar pela lavagem opcional, garantia de 5 anos contra 3 da Nissan, etc). Entretanto, às vezes vejo que os discursos são antagônicos, como se sofrêssemos de um complexo de vira-latas. Por exemplo, quando é para desvalorizar um veículo, algumas pessoas atacam a plataforma de hacht compacto (2008, Kicks, etc), ao mesmo tempo, que quando um veículo é feito sobre a plataforma de um sedan médio (Creta), dizem que no exterior tem coisa melhor (Kona, que é feito sobre a plataforma do HB20)... Obviamente que o Brasil é mais atrasado com relação a qualidade/modernidade dos veículos, mas é assim pra quase tudo com relação aos EUA/Europa. Começamos a evoluir com os airbags e ABS obrigatórios, estamos passando para a obrigatoriedade de controle de tração e estabilidade, os motores turbo (e outros que não são turbo mas são modernos com duplo comando de válvulas, injeção direta, etc) estão aos poucos se popularizando... Entretanto, temos sim bons veículos, que pecam em alguns sentidos é verdade, mas que atendem. No próprio texto acima alguém foi pego "no pulo" ao ver que existem versões do Renegade no exterior com potência menor que o nosso, e isso ocorre com muitos outros veículos. Então calma minha gente que o santo é de barro! rs
  14. 3 points
    A Renault Liberou a versão do Renault Fluence me parecer ser a melhor opção de momento.
  15. 3 points
    Boa tarde Fabio, a Receita Federal e Estadual vai avaliar se você tem processo(s), condições financeiras de adquirir e manter o veículo (para evitar fraude) dentre outros pontos, por exemplo quem possui ou possui empresa e tem processos trabalhistas de empregados, se a pessoa possui pendências financeiras ai por diante. O laudo pode conter Trauma e dar direito a aquisição do beneficio ou ter Trauma e Sequela (sendo que a sequela é uma condição definitiva e o trauma é temporário). Dependendo o CID que o médico do detran determinar no laudo que será relevante para a troca da habilitação é que se enquadrará ou não nas patologias previstas pela legislação. Uma vez se enquadrando e você tendo os requisitos necessários para enquadramento não deverá ter problemas. O meu caso foi o joelho e tambem tive a necessidade de trocar a habilitação (fiquei 03 anos com a habilitação alterada) e somente no ano passado dei entrada no processo, confesso que tambem estava receoso mas não tive problemas com isto. Comento sobre o que muitos colegas dizem a respeito da burocracia toda vez, mas nem sempre nossas condições financeiras e até mesmo fiscais/legais podem ser alteradas a cada pedido de isenção, por esta razão é que sempre ha a necessidade de toda a burocracia. Espero ter ajudado. abs e boa sorte
  16. 3 points
    Atm

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Acho que vc não entendeu, o que ocorreu é que ele mencionou em deixar o carro lá 0km, e daqui a 2 anos vendê-lo, como se alguém fosse comprar um carro parado por 2 anos, vão comprar, mas pó um preço abaixo de mercado. Isso é radicalismo infantil. A gente só deu sugestão de ir buscar o carro, curtir o carro e depois acionar judicialmente a concessionária, algo muito mais simples e com menor custo financeiro e emocional. Mas isso foi só uma sugestão. Ele vir aqui e falar o que a ccs fez, foi ótimo para abrirmos os olhos com essas ccs fdp, mas o que questionamos é como ele está tratando um caso até simples.
  17. 3 points
    Atm

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Ninguém falou que nao acredita nele. E o que questionamos é o fato de um problema tão simples ele transformar em um dramalhão, o carro está lá disponível para retirada. Simples, retira o carro e depois põe no pau se acha que houve tanto transtorno assim. Mas na minha opinião, 90,00 não é motivo de tudo isso. Mas se ele pensa diferente, então deixa o carro lá, busca seus direitos e boa sorte na ação.
  18. 3 points
    Dia pessoal Acho certo protestar, falar, gritar etc... Isso é de cada um! Agora tem casos aqui de vitima!! que isso!! liga pro advogado e toma providencias! agora de mimimi vai deixar o carro la pq nao quer gastar R$ 50,00 para ir buscar!! Ah reclamação tudo bem agora vitimismo é duro! Já tive todo tipo de carro e os que menos esperava deram problema!! nenhum carro meu mando em revisão na minha cidade, tudo a 50 ou 70 km, Vamos deixar esse forum construtivo!! Vai la buscar esse carro, esquece essa bobagem e seja feliz!! Puta carro top!!!
  19. 3 points
    Atm

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Vc mesmo disse que a ccs informou que o carro está pronto...vai lá e busca....curta ele na volta na estrada....a vida é curta colega, relaxa....vai sentir esse powertrain, não vai lhe decepcionar.
  20. 3 points
    Atm

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Martin, tudo bem? Mas em outro post anterior seu (onde tem outro forista em dúvida entre o renegado e o C4L) vc mete o pau no porta-malas do seu jeep, segue seu post abaixo. "Se REVENDA não é o seu focco, sem dúvida o C4 (e olha que eu escolhi o Jeep). Mais completo, mais motor e mais porta malas (já que você tem família). Tenho uma filha de 5 e outra de 1 ano e não é fácil com o Jeep. Escolhi ele pelo valor de revenda (Possível) e pelo estilo carro alto, mas se já houvesse o thp na minha época eu teria ido de C4. Sobre essa discução sobre o manual ou o automático, as revistas especializadas PCD estão divulgando o C4 lounge THP automático para este público por 54 mil sim... então não há dúvida sobre o automático." Afinal, o espaço do porta-malas é suficiente ou não?
  21. 2 points
    corleone

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Eu posso estar totalmente enganado, tenho apenas deduções! Mas pelas pífias vendas que o Captur vem obtendo creio que a Renault não iria dar essa mancada e deixar de oferecer esse carro para o mercado PCD! O preço não seria problema, já que o Fluence oferecido para isenções custa mais de 90k na tabela! Para nós seria mais uma opção no mercado e talvez uma das poucas com isenção dupla que tenha tanto controle de tração/estabilidade quanto 4 airbags (entre os "SUV´s" talvez a única com ambos itens). Vejamos a lista de itens que a versão mais simples virá (segundo o carplace): direção eletrohidráulica, ar-condicionado, rodas de 17″, luzes diurnas em LEDs, banco do motorista e coluna de direção com regulagem de altura, computador de bordo, piloto automático, abertura de portas e partida com chave presencial (cartão), conjunto elétrico (vidros, travas e retrovisores com rebatimento), sensor de estacionamento traseiro, 4 airbags (dianteiros e laterais), controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, sistema ISOFIX e som com USB e Bluetooth. Opcional: central multimídia com tela de 7″, GPS e câmera de ré. Ou seja, tem como diferenciais em relãção aos outros SUV´s concorrentes (Renegade, Kicks e Creta), além dos que já falei de segurança: rodas 17 ; piloto (Kicks n tem) ; chave presencial e rebatimento dos retrovisores (acho q nenhum tem) ; Hill Assist (n lembro se algum outro SUV tem) Olha o número de vendas do mês passado: 10º JEEP/COMPASS 4.450 (mesmo de uma categoria acima) 11º HONDA/HR-V 4.408 13º HYUNDAI/CRETA 3.751 17º FORD/ECOSPORT 3.096 18º JEEP/RENEGADE 2.869 29º HONDA/WR-V 1.807 (esse nem considero nessa categoria) 31º NISSAN/KICKS 1.621 32º RENAULT/DUSTER 1.574 34º RENAULT/CAPTUR 1.404 Ou seja: se juntar as vendas do Captur com o Duster não estão vendendo nem a quantidade de Ecosport vendidas, e a Eco vai ter nova geração em breve! Concluindo: ainda não fiz o teste na versão para saber como ela anda, mas espero que a Renault abra os olhos e perceba que tem um bom produto com chances de emplacar nesse mercado e alavancar suas vendas q eu acho aquém da expectativa!
  22. 2 points
    wilson c

    Volkswagen Fox 1,6 2014: primeiríssimas impressões

    As MQ 200 sao feitas em carcaça de magnésio ,com embreagem hidráulica , acionamento externo por cabo e interno por garfos ocilantes apoiados em rolamentos MQ 200 5F 1ª - 3,909:1 2ª - 2,238:1 3ª - 1,520:1 4ª - 1,156:1 5ª - 0,919:1 ré - 3,909:1 Diferencial 4,188 MQ 200 6 f 1ª - 3,909:1 2ª - 2,238:1 3ª - 1,520:1 4ª - 1,156:1 5ª - 0,919:1 6ª 0,646:1 ré - 3,182 Diferencial 4,353 Desta forma a velocidade maxima dos cambios de 6 marchas será obtida em 5 marcha funcionando a sexta como overdrive Em termos operacionais não há diferenças entre encurtar todas as marchas ou aplicar um diferencial mais curto em que ambos estejam na mesma porcentagem pois as relações finais de transmissão serão maiores na mesma porcentagem Nessa equação contam e muito as curvas de torque e potencia do carro e os pneus (largura e altura) no qual o conjunto motor-cambio for aplicado , para uma condução mais agradável ou econômica ou mais esportiva. Lembrando que os periféricos são idênticos em ambas as caixas. Cambio VW manual principalmente os mais atuais sempre foram exemplos de câmbios bons
  23. 2 points
    Pessoal, no site da Citroen, já aparece o C4 lounge pra PCD como modelo 17/18 no "Monte o seu". Devem ter liberado por esses dias. C4 Lounge Origine THP 173 Flex Aut Business 17/18 Oferta exclusiva para portadores de necessidades especiais mediante apresentação de documentação comprobatório emitida pelo órgão competente. Valor promocional a partir de R$ 54.655,25 à vista para C4 Lounge Origine BVA 17/18 - Pintura Sólida ou financiado pelo Banco PSA com Entrada de R$ 32.793,15 (60%) à vista + 24 parcelas mensais de R$ 985,11 Com vencimento da 1ª parcela para 30 dias. Taxa de juros de 0% a.m. e 0% a.a. Valor total a prazo de R$ 56.435,67. O Custo Efetivo Total (CET) máximo para esta operação de 0,63% a.m. e 7,91% a.a., com IOF de 3% a.a para Pessoa Física e 1,5% a.a para Pessoa Jurídica. Mais frete. IOF, Cadastro e despesa para constituição da garantia estão inclusos nos cálculos das prestações e CET. Sujeito à aprovação de crédito. Alguns itens podem ser opcionais. Estoque: 42 unid. * 3 anos de garantia nos termos dos respectivos manuais *. ** Consulte os preços das revisões ** Promoção para veículos faturados, de 01/06/2017 a 30/06/2017 ou enquanto durarem os estoques. Não cumulativa para outras promoções, acesse www.psa.com.br Banco PSA: Ouvidoria 0800-7719090, SAC PSA - 0800 7715575 e Central de Atendimento ao deficiente auditivo ou de fala 0800 771 1772.
  24. 2 points
    MIS

    Sonic - Algo que desabone?

    Guia de Usados: Chevrolet Sonic Esquecido pelo mercado, o hatch coreano é barato e bem equipado Por Felipe Bitu - access_time 31 mar 2017, 18h01 - Publicado em 10 jun 2016, 15h37 - http://quatrorodas.abril.com.br/guia-de-compras/guia-de-usados-chevrolet-sonic/ O Sonic é um raro caso de bom automóvel que foi abandonado pelo fabricante e esquecido pelo mercado: ele chegou em 2012 com pouca divulgação, para encerrar a carreira do Agile e bater de frente com Honda Fit e Ford New Fiesta. Importado da Coreia do Sul (e posteriormente do México), ele não se beneficiou da isenção do imposto de importação, o que acabou afetando seu custo-benefício. O estilo controverso é típico dos coreanos, mas ele bebe na mesma fonte do Cruze, ou seja, reúne atributos técnicos que o tornam confiável e fácil de manter. Derivado da mesma plataforma Gamma II do Cobalt, ele é impulsionado pelo moderno Ecotec 1.6 16V flex de 120/116 cv, com variação nos comandos de válvulas e no coletor de admissão. Seu ronco encorpado e respostas rápidas não contribuem para o consumo, mas instigam uma tocada esportiva. Sua dirigibilidade é favorecida pelo acerto equilibrado da suspensão, que transmite segurança sem comprometer o conforto. A direção leve e precisa tem assistência hidráulica (menos eficiente que a elétrica) e por trás dela figura um painel inspirado em motos, com conta-giros analógico e demais instrumentos digitais. Espaçoso e bem-acabado, o Sonic deixa a desejar no porta-malas: seus 265 litros são apenas suficientes. Outra deficiência é a ausência de encosto de cabeça e cinto de três pontos para o terceiro passageiro no banco de trás nos primeiros modelos importados. Ele se destacou por oferecer airbag duplo e ABS desde a versão de entrada LT, que trazia também ar, direção, trio elétrico e rodas de liga aro 15. A LTZ adicionava sensor de ré, faróis de neblina, comando do som no volante, aro 16 e bancos de couro. O câmbio automático sequencial de seis marchas foi oferecido como opcional. No comparativo com seu principal rival, o Ford Fiesta, ele oferecia mais equipamentos, mas ficou para trás em consumo e dirigibilidade. Como o Cruze, o Sonic é um carro bem resolvido, sem problemas crônicos. A desconfiança do mercado fez com que os preços do usado despencassem, fazendo dele uma excelente opção para quem procura um hatch premium pelo valor de um popular zero-quilômetro. Os últimos exemplares ainda estão na garantia de três anos e a maioria das peças é encontrada para pronta entrega na rede autorizada, sempre disposta a negociar descontos. A VOZ DO DONO Nome: João Pedro Py Idade: 35 anos Profissão: gerente de operações Cidade: São Paulo (SP) O QUE EU ADORO – “Pequeno por fora e grande por dentro, com visual agressivo e ótimo acabamento. O conforto é garantido pelo farto nível de itens de série, equipamentos e pela boa dirigibilidade do motor Ecotec.” O QUE EU ODEIO – “A frente baixa raspa em qualquer desnível e o ar-condicionado não é digital. O consumo urbano é elevado (eu faço 6 km/l na gasolina e menos de 5 km/l com etanol) e o câmbio automático não é dos melhores.” ONDE O BICHO PEGA Câmbio – Robusta e confiável, a transmissão automática de seis marchas não está livre de problemas envolvendo o correto engate das marchas após a seleção na alavanca. O reparo não sai por menos de R$ 5.000. Ar-condicionado – O problema mais comum envolve falha no sensor de temperatura do ar externo, que deve ser substituído. Compressor e condensador também estão sujeitos a falhas, provocadas por acúmulo de detritos ou danos causados por pedras. Suspensão – É bom verificar o estado dos batentes dos amortecedores: a calibragem firme causa batidas secas em buracos maiores, podendo causar vazamento dos amortecedores. Sonda Lambda – Oscilação na marcha lenta e ruídos anormais no escapamento são sintomas de que a sonda original foi trocada por uma mais simples. Em alguns casos, o gerenciamento da injeção eletrônica pode até impedir o funcionamento do motor. Recall – Uma falha no anel de vedação da bomba de combustível pode provocar vazamento de combustível e princípio de incêndio, em casos extremos. O problema afetou os modelos fabricados entre janeiro de 2012 a março de 2014. NÓS DISSEMOS… Maio de 2013 – “O painel de instrumentos é pequeno, mas completo. (…) No acabamento, o Sonic é superior ao HB20. Seu painel tem boa aparência, é agradável ao toque e conta com apliques metálicos no console. Os bancos são de couro. E, entre os equipamentos, o Sonic traz câmbio automático de seis marchas.” Preço das peças Original Paralelo Para-choque (dianteiro) R$ 1.974 R$ 2.800 Farol (cada um) R$ 1.381 R$ 650 Retrovisor (cada um) R$ 960 R$ 330 Discos de freio (par) R$ 630 R$ 260 Pastilhas de freio (jogo) R$ 330 R$ 300 Kit de embreagem R$ 1.604 R$ 650 Amortecedores (os quatro) R$ 4.346 R$ 1.100
  25. 2 points
    ggc1106

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Olha, não é a informação que eu tenho. Você tem que apresentar a nota da última compra quando vai pedir o IPI. Fui uns 15 dias antes de completar dois anos tentando dar um migué, e não aceitaram. Falaram que voltar depois de completar os dois anos mesmo. Sem contar que tem colega aqui do fórum que teve o pedido liberado em 11 dias, então não daria pra contar com esses 30 dias.
  26. 2 points
    Bill

    Fiat Strada CE 09

    Parabéns pelo novo carro! Li seu relato do acidente com o Clio, realmente foi muita sorte estar aqui conosco compartilhando essa nova conquista (além da conquista de vencer todo o período no hospital e tudo mais). Reforço aqui o conselho de um dos colegas, a vacinação foi feita? Importante... Quanto à Strada, está bem bonita. A cor parece estar bem mantida, estoicamente a parte externa está show de bola. Compartilhe fotos do interior! O cachorro no telhado foi espetacular também! Hahahah!
  27. 2 points
    Pessoal, depois de estar decidido pelo Kicks, voltei atrás de última hora e pedi o Corolla (branco). Pesou a provável última chance de pegar esse carro sucesso de vendas mundial. Não dá pra comparar com o Kicks pois são segmentos diferentes. Mas achei ele muito mais carro pra dirigir, motor responde bem, econômico, suspensão muito bem acertada, manutenção barata, e seguro por incríveis 1350 reais. Custo benefício pesou também pelo fato de ser 2018, e ter um bom desconto da montadora pra entrar no limite de isenção. Dei uma cotada nos acessórios na concessionária e também em uma loja respeitada aqui na minha cidade, e vou passar pra vocês aqui, pra ajudar alguns na tomada de decisão: Preços - Concessionária e loja nessa ordem 1) Rodas do XRS - 3000 e 1600 (fabricante KR, pelo que li, bem consolidada no mercado); 2) Multimídia - 3800 e 2500 (exatamente o mesmo modelo); 3) Módulo de vidro com antiesmagamento - 450 e 400 (o mesmo); 4) Frisos - 590 e 220 - parece que o friso é diferente a forma como o nome é grafado; 5) Soleiras - não vi na concessionária (mas chutaria entre 400 e 500) e na loja 180 (também não são as mesmas); 6) Insufilm - grátis na concessionária levando os demais e 150 na loja Concessionária da 10% levando esses todos e divide no cartão em 10x. Loja dá 6% a vista Bom, esses são os que eu vou colocar. Mas pra quem interessar os outros: 7) Sensor de ré - não vi na concessionária, mas na loja falou que é o modelo original por 350; 8) Farol de milha - 1300 e 800 reais (o mesmo) Totalizando os meus gastos: Daria por volta de 7400 na concessionária e 5000 na loja. Meu FIT EXL 15/15 comprado por 52 já está vendido pra quando eu pegar o carro pela tabela FIPE (~55). Agora é esperar o carro.
  28. 2 points
    Eu, particularmente, assim como vários que já se pronunciaram, acho esses crossovers chamados SUVs um engodo, mas muito mais pelo preço do que pela proposta. Eles deveriam ser vendidos por valores mais próximos dos seus "irmãos de plataforma", já que, como mencionaram aqui, o processo de produção e a carga tecnológica é a mesma, só muda os tamanhos das peças. O problema é que o mercado aceita o preço e responde com uma demanda altíssima, aí as montadores enchem o bolso. Mas eu entendo que muita gente tem necessidade de se deslocar por estradas não pavimentadas, ou com pavimentação longe da adequada, então os crossovers acabam tendo um certo apelo, mesmo cobrando em peso, dirigibilidade e economia de combustível. Só acho que haveria outra saída. Passei um tempo na Suécia no ano passado e lá, devido mais às condições climáticas do que à má pavimentação, muitas pessoas veem a necessidade de ter carros com mais altura em relação ao solo e tração nas quatro rodas, mas curiosamente não se vê SUVs e crossovers circulando. O que é comum são versões com 4x4 e altura um pouco aumentada de carros comuns, como sedans e, principalmente, as muito práticas peruas. A Volvo tem uma linha inteira de carros com estas características, com preços apenas um pouco acima das versões "normais". A Subaru também atende este mercado. São carros mais ou menos como os Adventure da Fiat no Brasil, salvo as devidas proporções, claro. Eu acho esse conceito bem interessante. Carros que não sacrificam a dirigibilidade de um carro "de passeio" e oferecem uma certa aptidão pro off-road leve.
  29. 2 points
    Ok entendi , mas a Jeep com seu projeto ultra moderno , hiper mega seguro , derivado do carro europeu , mercado super competitivo , NAO pensaria NUNCA em colocar um motorzinho desses por la né ?
  30. 2 points
    Olhei várias vezes, de vários ângulos, o Creta PCD. Tentei achar pelo menos um ângulo que esse carro fosse aceitável, mas não encontrei. Fui de Kicks, apesar das calotas que, se olhadas de longe, combinam melhor com o Kicks do que aquelas de liga leve aro 16 do Creta. Muitos acham o Creta lindo. Eu não. No entanto, ambos são bons carros. É questão de gosto de cada um. Ramoil.
  31. 2 points
    Sonic

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    http://revistaautoesporte.globo.com/Noticias/noticia/2016/11/hyundai-creta-vem-ai-saiba-o-que-esperar-do-novo-suv.html Creta vem da plataforma do Elantra, é o único Crossover dessa geração baseado em um Sedã médio. Todavia, isso não reverbera em medidas para o carro, já que quase todas são parecidas com as do Kicks/HR-V. Internamente pode dar uma sensação maior devido a montagem da plataforma e do uso dos plásticos/metais, mas em tamanho ele é bem menor que um SUV.
  32. 2 points
    Heider

    Carros Com Isenção Ipi+Icms (Deficiente) - Qual Comprar ?

    Eu concordo com o que você falou todos os carros para pcd são ótimas escolhas vai da necessidade de cada um. No meu caso escolhi o renegade estou com ele a 1 mês e veio na promoção aro 17... Carro extremamente confortável, gostoso de dirigir, acabamento de primeira e suspensão vem ajudando muito minha coluna mal formada. No meu caso solteiro e sem filhos porta malas não foi uma prioridade, o motor realmente não e um ponto forte mas salvador cheia de radares não da pra passar de 80km/h. O carro vem fazendo 8km/l na gasolina, achei uma boa media para 1 mês de uso.
  33. 2 points
    Bill

    Renegade PCD x Creta PCD

    Não gostei do Creta, principalmente pelo acabamento de carro de entrada e motorização de HB20, mas esse não é o motivo pra dar pitaco aqui. Uma coisa que não falaram em relação ao Renegade, que é onde o bicho se diferencia demais dos pseudo-SUVs: o conjunto de suspensão do Renegade dá banho em todos os concorrentes, bem como a capacidade de torção da cabine. Foi o que senti nas vezes que o dirigi. Esterça muito bem em baixas velocidades também. É um carro superior como um todo, mesmo com o "motor fraco", que não chega a ser o que falam dele.
  34. 2 points
    Marcio , o determinante entre o Creta e Kicks , que eram minhas intenções , foi o motor e cambio mais modernos do Kicks , quem ja teve um CVT sabe o q estou falando . Creta vem bem nos acessórios , como rodas e tal. Preferi focar na mecânica , alem da segurança do controle de estabilidade , e finalmente um visual mais interessante . Tenho certeza que qualquer da opções sera um boa escolha .
  35. 2 points
    Josue17

    Renegade PCD x Creta PCD

    Ola, Eu coloquei no meu Creta o couro nos bancos e volante (nas portas, disseram que não é possível por ser plástico). Coloquei no alemão express em Sao Paulo ficou top! Além disso, coloquei o insulfilme da 3m, sensor de estacionamento e o estribo. Nao ia colocar central multimídia, mas ja estou considerando colocar ( com a câmera de ré de brinde, vi bons preços no mercado livre) Com relação à escolha, acho relativo mesmo. Um primo pegou o rng e ta curtindo mto tb. abçs
  36. 2 points
    The Mole

    Golf GTi 17/17 - Preto

    A Petrobrás Podium teoricamente é melhor que Shell Vpower Racing, pois a Podium tem maior octanagem; entre as premium, a Podium é a de maior octnagem no Brasil. O ideal seria andar uns 3 tanques com cada uma pra vc mesmo tirar suas conclusões. Gasolina tipo C não signfica comum, quer dizer que é a gasolina já refinada e pronta pra revenda com a adição de etanol, pode ser comum, aditvada, premium; a resposta é esse link http://www.petrobras.com.br/fatos-e-dados/entenda-dez-questoes-sobre-a-nossa-gasolina.htm 6) Como funciona o fornecimento de gasolina no Brasil? Ao abastecer seu veículo no posto revendedor, o consumidor adquire a gasolina “C”, uma mistura de gasolina “A” com álcool anidro. A gasolina “A” pode ser produzida nas nossas refinarias, por outros refinadores do país, por formuladores, pelas centrais petroquímicas ou, ainda, importada por empresas autorizadas pela ANP. Sim é. A aditivação ocorre quando o motorista do caminhão joga um balde de aditivo no tanque do caminhão ou no tanque do posto (fortissimo, muito concentrado, tipo 1 litro, trata 5 ou 10 mil litros não lembro o volume certo e quantidade de aditivo), ai ele joga o combustível e vai fazendo a mistura. Um amigo é dono de posto de combustível da Ipiranga e já vi o abastecimento ocorrer assim, no caso o aditivo foi jogado no tanque do posto e depois vem o combustível que sai do caminhão tanque. Ainda não finalizaram a produção de gasolina comum, era pra ter acontecido desde janeiro 2014, junto com a chegada da gasolina de 50 ppm, a tal S50, mas parece que não chegaram ao consenso de como seria a aditivação e quem faria, então adiaram para junho de 2015 e de novo para junho de 2017, vamos ver se sai do papel agora.
  37. 2 points
    Foi ironia, meu caro...rsrsrs Acho que o colega pegou também. SE um dia esse carro chegar aqui, é 100k acima fácil. Mas a Peugeot não vai fazer isso, segmento de hatch médio está morto. A saída do i30 foi só um exemplo. __________________________________________________________________________ Quero ver alguém com o Kicks PCD. Só que vai demorar um pouco até entregarem.
  38. 2 points
    Ikemaroneze

    VW Polo 2018

    Esse flagra tá todo adesivado na traseira, de modo que a traseira fique parecida com a da geração atual do Polo. Dá até pra perceber que as lanternas são "estranhas", parecem montagem, não parecem ter profundidade. É adesivo. A verdadeira traseira do Polo já foi revelada num flagra na África do Sul, há mais de um mês: Pessoalmente, gostei muito da traseira. Achei o design do carro muito bonito, até mais bonito que o Golf. Ele é conservador igual todo VW, mas tem alguns elementos muito bonitos: O vinco lateral da porta e a linha ascendente das janelas dão um aspecto esportivo bem legal. Curti muito.
  39. 2 points
    Parabéns, foi a melhor atitude, está com um carrão e em perfeito estado e caso ainda esteja puto com a Peugeot basta ir no JEC e exigir danos morais devido aos transtornos. Seria triste vc nao curtir o carro por causa de um desgaste de valor financeira baixo. Agora, o lado emocional vc pode correr atrás judicialmente. Caso deseja prosseguir via judicial, tenha a certeza que ganha uns trocados e assim quem sabe a montadora comece a tratar melhor quem os mantém vivos.
  40. 2 points
    Venho aqui relatar o desfecho do problema do meu 408. Nesse meio tempo cheguei até a cogitar a proposta de um colega de serviço, que ofereceu os R$ 48.000,00 mais as despesas que tive com documento e o IPVA do meu outro carro por dois anos, o 408 ficaria no meu nome pelos dois anos e depois eu iria transferir para ele. E o principal, ele buscaria o carro na concessionária. Depois de pensar em aceitar, acabei reconsiderando e hoje fui buscar o carro, aparentemente todos os defeitos que apontei foram resolvidos. Meu problema em nenhum momento foi com a concessionária Lumiere de Araçatuba, na verdade fui muito bem atendido lá em todas as ocasiões, o problema foi mesmo com a Peugeot e com o Peugeot Assistance, com os quais continuo muito insatisfeito. Agradeço aos que me apoiaram, pois acho inaceitável contar com a sorte quando se compra um carro zero, repito que em nenhum momento a minha atitude foi pelo valor irrelevante de ir buscar o carro, mas sim pelo desrespeito com que a marca me tratou. Agora é torcer para que outros problemas não apareçam. Para os proprietários de 408 que se sentiram ofendidos minhas desculpas, em nenhum momento critiquei o carro, o qual realmente é muito bom, e sim o tratamento despendido pela fabricante.
  41. 2 points
    bighouse

    veloster ou honda city

    Estique um pouco e compre um 308 THP ou um C4 Lounge também THP. 308 THP tem um anunciado por 49. Chegando com 45 deve levar.
  42. 2 points
    mgr

    Vw Polo Hatch - 1.6 8V Mi Flex - 2007 Prata

    Em breve novo tópico será aberto:
  43. 2 points
    So uma duvida...... entendo sua raiva no caso...mas vc disse que nao vai buscar? que nao entrara judicialmente? vc vai fazer o que? vai deixar o carro la abandonado por 2 anos? faz isso nao.... empresta ele para mim....eu uso e te devolvo depois...nem me incomodo de ir la busca-lo e tbm faço uma coisa que vc vai gostar: te levo em sua porta depois kkkkkk mas brincadeiras a parte, vai la buscar e entra com uma ação de danos po....vc ja tem todo o conhecimento nisso
  44. 2 points
    Estou a quase 15 dias com o 308, 400 km rodados e nada que desabone o carro ou a concessionária. Muito pelo contrario, só me deu alegrias e elogios até o momento. Pra não mentir, lembrei agora que uma das borrachas da porta traseira está com problema, nada sério, vou comunicar a concessionária amanhã. Contudo entendo a frustração do colega do 408, nem saberia como agir num caso como esse. O mais importante na minha visão é tratar como uma caso isolado, pois acontece com todas as montadoras.
  45. 2 points
    Bill

    Golf Highline Dsg 15/15

    Galera, voltando aqui com uma triste notícia... perdi o Golf. Há cerca de 3 semanas me envolvi num acidente (fui fechado por um veículo da faixa esquerda fazendo conversão à direita), pisei forte nos freios, mas bati em baixa velocidade e abriram 3 airbags (pela desaceleração). Só de peças cotaram uns 50 mil, acabaram dando PT. Estou pra receber a FIPE e no momento escolhendo outro carro. Voltei aqui pra compartilhar algumas coisas sobre o veículo: 1. Com toda certeza o melhor que meu dinheiro poderia ter comprado em termos de dirigibilidade e conforto. Mantenho tudo que falei na avaliação. 2. Com o tempo, o DSG passou a apresentar alguns trancos em locais de piso mais irregular, o que incomodava um pouco (mas não era tão frequente). 3. Surgiu um único grilo no acabamento da coluna A à direita, assim como um leve rangido no freio no primeiro uso do dia. 4. Além de segurar as marchas, as vezes se ouvia pequenos ruídos do DSG em piso irregular que permanecia por um período. 5. Mesmo com o relatado acima, o carro chegou aos 16000 km como se tivesse saindo da concessionária - me surpreendeu muito. Agora fica a saudade... gostava demais do carro. Como o Brasilzão está num momento difícil, estou pensando em guardar uma grana e pegar um UP! 2018. Vamos ver... Um adendo aqui: fiquei 18 dias com um Camaro 2016/17 nos EUA em janeiro, e 7 dias com um Subaru Forester há 2 semanas. Quem sabe num comento alguma coisa. Estou sumido, mas por situações da vida, continuo assíduo leitor quando possível.
  46. 2 points
    maicon09

    Longa Duração: o desmonte precoce do Fiat Mobi

    Up mpi aqui tá chegando nos 100.000 km, firme e forte. Até agora tem aguentado numa boa um certo nível de uso soviético, e quem anda nele acha que rodou bem menos.
  47. 2 points
    MIS

    Longa Duração: o desmonte precoce do Fiat Mobi

    Eu sinto a mesma coisa pelo Fox. Esse silêncio (ausência de grilos) a bordo. Mas isso é ruim (para os vendedores) porque não dá vontade de troca-lo.
  48. 2 points
    MIS

    VW Polo 2018

    Novo VW Polo 2018: fotos adicionais sem camuflagem - http://www.car.blog.br/2017/05/novo-vw-polo-2018-fotos-adicionais-sem.html A nova geração do VW Polo, compacto que será lançado no Brasil no segundo semestre, foi novamente sem camuflagem em testes finais de aceitação na Europa. As imagens mostram um hatch compacto com cerca de 4,1 metros de comprimento, com uma estética sóbria na qual se observa a dianteira com desenho inspirado no Passat. As formas denotam um desenho mais esportivo, já que ele ficou mais longo e largo, porém mais baixo - ou seja, um Golf em proporções menores. O Novo Polo 2018 será oferecido no Brasil com motores 1.0 MPI e TSI, com opções de transmissão manual ou automática, estando prevista também uma configuração com o motor 1.6 16V MSI, com 120 cv. Baseado na plataforma do Golf, o Novo Polo 2018 está muito mais espaço internamente, incluindo um porta-malas com 355 litros que é maior que o da maioria dos hatchs médios. Em testes que foram realizados na Europa por publicações especializadas, relatou-se que o carro tem comportamento muito similar ou até mesmo idêntico ao do Golf - o que é uma excelente notícia, já que o hatch médio da Volkswagen é o referencial do segmento há anos nesse quesito.
  49. 2 points
    Pedro

    Seguro para PCD - Dúvidas e esclarecimentos.

    Olhem esse link
  50. 2 points
    MIS

    Venda "Intransferível"

    9. Possuo um automóvel com isenção de IPI e ICMS, nesse caso poderei vendê-lo somente após 3 anos? E caso isso ocorra antes? A isenção de IPI são 2 anos e ICMS são 3 anos. Caso você queira vender o veiculo em menos de 2 anos, no caso do IPI, ou menos que 3 anos no caso do ICMS, você terá que pagar todos os impostos, com atualização monetária e acréscimos legais desde a data da isenção (aquisição). Fonte: http://www.deficienteciente.com.br/perguntas-frequentes